busin
Esportes

Ação contra Andrés Sanchez, acusado de sonegação, vai para o STF


Ex-presidente do Corinthians e quatro ex-sócios teriam sonegado R$ 8 milhões em impostos (Foto: Divulgação)


Acusado de sonegação fiscal enquanto geria uma empresa familiar, o ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, responderá no Supremo Tribunal Federal na ação movida e encaminhada à corte pela Justiça Federal de São Paulo. Deputado Federal pelo PT, o cartola tem foro privilegiado e, por isso, a ação contra ele não passará pelas instâncias inferiores.

De acordo com o processo, Andrés e outros quatro ex-sócios também indiciados teriam sonegado R$ 8,5 milhões em impostos e omitido R$ 40 milhões em rendimentos - em 2005, os réus declararam capital social de R$ 5 milhões da empresa Orion Embalagens.

O ex-presidente corintiano também é investigado na Operação Lava Jato, suspeito de ter recebido propina durante a construção da Arena Corinthians.

 

noticiasaominuto


Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário