busin
Ciências e Saúde

Fragmento do cargueiro espacial russo Progress MS-04 é encontrado


Imagem de uma das câmeras da Estação Espacial Internacional mostra o módulo da Soyuz TMA-06M acoplado à ISS. (Foto: Reprodução/Nasa)
Em 03/12/2016 às 09:45

Um fragmento do nave espacial de carga russa Progress MS-04, acidentada na quinta-feira (1) pouco após seu lançamento, foi achado no território da república russa de Tuva, na fronteira com a Mongólia, informou neste sábado (3) o departamento local de Ministério da Rússia para Situações de Emergência.

"Se trata de um objeto metálico em forma de esfera, de 90 centímetros de diâmetro", disse à porta-voz de Emergência, Luiza Sevil, à agência oficial russa "RIA Novosti".

Ela explicou que o achado do fragmento da Progress foi realizado na encosta de uma montanha, a cerca de 15 quilômetros da cidade de Eilig-Jem, por um morador da região, que avisou as autoridades.

A perda do cargueiro, que ia para a Estação Espacial Internacional (ISS), aconteceu minutos após seu lançamento a partir da base de Baikonur (Cazaquistão), a uma altura de 190 quilômetros, e a maioria de fragmentos da nave se desintegraram ao entrar em contato com a atmosfera.

A nave devia ter levado para a tripulação da plataforma orbital 2,6 toneladas de água, alimentos e diversos equipamentos técnicos.

A Roscosmos, agência espacial russa, negou que o acidente da Progress possa repercutir negativamente no funcionamento da ISS ou no trabalho de seus tripulantes.

Em abril de 2015, o lançamento de uma nave de carga Progress falhou, e a nave se desintegrou conforme caía na Terra.

O incidente, que a Rússia atribuiu a um problema no foguete Soyuz, provocou uma profunda crise na indústria espacial do país, e Moscou teve de suspender todos seus voos espaciais durante quase três meses.

A tripulação atual da ISS está composta pelo francês Thomas Pesquet, os americanos Peggy Whitson e Shane Kimbroughet e os russos Oleg Novitski, Serguei Rajikov e Andrei Borissenko.

Fonte: G1, com agência EFE

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário