busin
Esportes

Para repetir 2016 no Nordestão, Santa Cruz visita Itabaiana


Tricolor se assegurou nas quartas de final ao vencer o Campinense na última rodada da fase de grupos


A classificação do Santa Cruz para o mata-mata da Copa do Nordeste foi sacramentada apenas na última rodada da fase de grupos. A partir de então, o time deixou a oscilação de lado e engrenou rumo ao título. A história narra a campanha vitoriosa do Tricolor no Regional de 2016, mas poderá ser utilizada futuramente para descrever também a trajetória da equipe nesta edição do torneio. Para isso, a Cobra Coral tem que começar desbancando o seu oponente das quartas de final, o Itabaiana. Às 21h45 desta quarta-feira, em Sergipe, está marcado o primeiro de dois confrontos eliminatórios contra o adversário.

Ainda que tenha se garantido matematicamente nas quartas de final só no derradeiro jogo da chave, o Santa Cruz pouco sofreu para se classificar, sendo ameaçado só por um Náutico que acordou tarde demais na competição. Não que isso seja um atenuante para as atuações pouco produtivas - como na derrota para o mesmo Timbu, na Arena de Pernambuco, e na própria vitória por 1 a 0 sobre o Campinense, no Arruda, há uma semana, quando o time assegurou a passagem de fase.

Agora nas partidas de vida ou morte do Nordestão, margem para erros inexistem. “É um momento que a gente está no limite e não tem mais espaço para nada, só para fazer boas atuações e conseguir vitórias”, declarou o goleiro Julio Cesar. O atacante Everton Santos endossa as palavras do camisa 1. “Em um erro a gente pode colocar tudo por água abaixo, todo o primeiro semestre. O jogador tem que chamar a responsabilidade para si para que as coisas possam acontecer”, destacou.

Os titulares do Santa estão agora devidamente descansados após terem sido resguardados no Clássico das Multidões do último domingo, pelo Estadual. Utilizando-se de reservas no 1 a 1 contra o Sport, o treinador diagnosticou também qualidades em seus suplentes. O grupo saiu da Ilha do Retiro fortalecido para o mata-mata do Regional. Apesar do elenco tricolor ter sido montado às pressas, os atletas constatam que, enfim, o time atingiu o nível dos seus principais adversários. Não que isso signifique vida fácil diante do Itabaiana.

A equipe sergipana é vista com respeito pelo corais. Depois de vídeos do Itabaiana e dos alertas do técnico Vinícius Eutrópio, o elenco do Santa Cruz evita falar em abrir vantagem com mais de um gol de diferença nesta partida de ida. Uma vitória simples estará de bom tamanho, aliás. "Não dá para pensar em encaminhar bem a classificação, mas em uma vitória, independentemente do placar", ressaltou Julio Cesar. 


Time

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário