busin
Brasil

Corpo do cantor Jerry Adriani é velado no Rio


Cerimônia acontece no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju. Cantor, que se tratava de câncer, morreu aos 70 anos neste domingo. (Foto: G1)


O corpo do cantor Jerry Adriani, que morreu neste domingo (23), é velado na manhã desta segunda-feira (24), no Cemitério Francisco Xavier, no Caju, Zona Portuária do Rio. Ídolo da Jovem Guarda, o artista enfrentava um câncer. Ele tinha 70 anos. 

O corpo de Jerry foi recebido pelo filho Thadeu Vivas na capela B do cemitério, que segue reservada para a família. Para que todos os amigos, familiares e fãs possam se despedir do cantor, o corpo será velado durante todo o dia, e o enterro está previsto para acontecer às 17h.

Por volta das 9h, a viúva de Jerry, Ceila Passos chegou acompanhada da atriz Alcione Mazzeo, mãe do ator Bruno Mazzeo. Ela contou que Adriani era muito próximo dela e lamentou a morte do amigo.

"Ele era uma pessoa muito especial. Nós sempre tivemos muito contato. Ele era uma pessoa muito boa. Uma pessoa íntegra, carinhosa e que encontrou uma mulher maravilhosa, atual esposa, a Ceila. Ele estava vivendo um grande amor, estava tão feliz, e aí descobriu essa doença", lamenta Alcione.

Nas redes sociais, a viúva de Jerry lamentou a morte do cantor e citou um texto atribuído a Charlie Chaplin: "Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra. Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só, porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso."

O músico e amigo Erasmo Carlos chegou por volta das 11h30 ao velório. "A gente perde uma pessoa única que se foi para deixar muita saudade. Era um grande cantor, sincero, honesto com o que faz, feliz e com uma legião de fãs. Ele deixou um legado pra mim, que adorava e adoro, e vou continuar ouvindo as músicas dele", disse o Tremendão.

O cantor Zeca Pagodinho, grande amigo de Jerry, também enviou uma coroa de flores em homenagem ao artista.

Agnaldo Timóteo, contemporâneo de Adriani nos anos 60, foi até o caixão do amigo e se emocionou. "Era um artista completo, versátil e de muitos sucessos. Ele vai embora, mas a sua imagem nunca, vai ficar sempre aqui", disse Timóteo.

Fãs de Jerry vieram de São Paulo para se despedir do cantor. Em uma van fretada que saiu de São Paulo nesta madrugada, pelo menos cinco fãs vieram dar o último adeus ao artista. Tania Stocco, de 50 anos, é fã do Jerry desde 2015, quando conheceu pessoalmente o cantor num show em São Paulo. Ela destacou as principais características do artista.

"Além de ser um cantor espetacular, único e dono de uma voz maravilhosa ele era um ser humano ímpar. Tratava todos fãs como amigo. Era um artista único com uma simplicidade e humildade que não se encontra no meio artístico", conta Tânia.

A mãe de Tânia, Antonia fênix, de 72 anos, é apaixonada pelo Jerry desde 1965. Ela não conteve a emoção ao falar do artista.

"Depois que me aproximei dele, ele frequentava minha casa nós ficamos muitos amigos. Ele falava pra mim que me considerava como sua mãe. E eu também tinha ele como meu filho. Estou arrasada. Foi muito triste," disse muito emocionada a idosa.



g1

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário