busin
Politíca

Prefeitura do Rio pagou R$ 15 mil a filho de Crivella, diz revista

As informações são da coluna Radar On-Line, do site da revista Veja, deste sábado (15).
O ministro Marco Aurélio Mello considerou que houve despotismo na escolha de Marcelo Hogde para o cargo.
“Ao indicar parente em linha reta para desempenhar a mencionada função, a autoridade reclamada, mediante ato administrativo, acabou por desrespeitar o preceito revelado no verbete vinculante no 13 da Súmula do Supremo”, escreveu o ministro, em liminar divulgada em 9 de fevereiro.
Fonte: Noticias ao Minuto

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário