busin
Policia

Sindicalista foi morto a tiros neste sábado em Brejo Santo


“Cabeção” morava no Sítio Lagoa do Mato em Porteiras (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


O líder sindical Luís César Santiago da Silva, de 39 anos, foi morto a tiros por volta das 10 horas da manhã deste sábado no Sítio Lagoa do Mato em Brejo Santo. Ele residia naquela localidade e era apelidado por "Cabeção do Povo" ou "Cabeça do Sindicato". O crime aconteceu na chamada Estrada do Trevo e uma pessoa que acompanhava o sindicalista saiu lesionada com um tiro pelos assassinos os quais fugiram num veículo de cor preta.

A vítima integrava o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplanagem (Sintepav-CE) e um dos principais líderes da categoria nas obras do Porto do Pecém no município de São Gonçalo do Amarante. Tanto que “Cabeça do Sindicato” iria pleitear uma vaga na câmara de vereadores daquela cidade pelo PMB, mas não conseguiu registrar sua candidatura. Ele estabelecia idas e vindas entre a Região Metropolitana de Fortaleza e Brejo Santo, onde a esposa residia com seus dois filhos.

Este foi o primeiro homicídio do mês de abril em Brejo Santo e o segundo deste ano no município. O outro aconteceu na noite do dia 11 de Janeiro tendo como vítima o agricultor Geraldo Miguel de Oliveira, de 53 anos, morto a tiros de espingarda calibre 12 na cabeça. O crime aconteceu no terreiro de sua casa no mesmo Sítio Lagoa do Mato, onde a vítima criava porcos.


Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário