busin
Mundo

Trump sobre 100 dias na presidência: 'pensei que seria mais fácil'



Os 100 primeiros dias de mandato de Donald Trump já fazem o presidente dos Estados Unidos ter saudades dos tempos de empresário multi-bilionário. "Adorava a minha vida anterior. Aconteciam tantas coisas", desabafou em entrevista à Reuters sobre o 100º dia na Casa Branca.

O presidente não aliviou o tom na conversa sobre o "novo cargo" e admitiu que achava que comandar o país daria menos trabalho. "Isto é muito mais trabalhoso do que eu fazia antes. Pensei que ser presidente seria mais fácil". Trump também reclamou da falta de privacidade, mesmo considerando que já era famoso.
Nas palavras dele, o esquema de segurança que o cerca é um desafio e causa constrangimentos. "É como se estivesse num casulo, com tanta proteção não se pode ir a lado nenhum", contou sobre ter agentes secretos seguindo-o por 24 horas. "Gosto de dirigir, e já não o posso fazer", lamentou.
Por fim, o presidente reclamou do tratamento "injusto" que recebe dos jornalistas e avisou que não estará presente no jantar dos correspondentes na Casa Branca, neste sábado (29). "Mas no próximo ano, irei. Sem dúvida", anunciou.
Na mesma linha de desabafo, Trump aproveitou a entrevista para enfrentar outra polêmica, o resultado das eleições de 20 de novembro de 2016. Munido de três gráficos, o presidente detalhou a vitória sobre a democrata Hillary Clinton. "Este é o mapa final dos resultados. Bastante bom, certo? O vermelho é naturalmente nós".
Noticias ao Minuto

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário