busin
Economia e Negócios

Fortaleza segue com a maior inflação do País, confira o que ficou mais caro e mais barato


Inflação em Fortaleza foi mais alta que a média nacional em 12 meses e no acumulado do ano (Foto: Reprodução/O Povo)


A Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) segue com a inflação mais alta do País no acumulado em 12 meses. Nesse período os preços avançaram 5,86%, ficando acima da média nacional, que foi de 4,08%. 
 
Por outro lado, a RMF deixou de ocupar o topo do ranking na inflação acumulada em 2017, fechando abril com 1,66%, atrás do Rio de Janeiro e acima do índice brasileiro (1,10%). No mês, os preços avançaram 0,08%, o quarto mais baixo do País, também abaixo da média brasileira, que foi de 0,14%. 

Os dados são referentes ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do País, divulgado nesta quarta-feira, 10, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa levanta preços em 13 regiões metropolitanas de 460 itens e subitens.
 
Confira os preços que mais subiram e os que mais caíram na Região Metropolitana de Fortaleza em 12 meses
As maiores altas
Feijão-mulatinho: 67,84%
Laranja-pêra: 50,28% 
Manteiga: 42,47%
Leite condensado: 42,20%
Creme de Leite: 39,28%
Farinha de Mandioca: 38,88%
Feijão-macassar (Fradinho): 31,09%
Leite em pó: 28,17%
Seguro voluntário de veículo: 24,69%
Café moído: 23,56%
Tomate: 22,09%
Ônibus urbano: 17,80%
Banana-prata: 16,87%
Alimento Para Animais: 16,55%
Curso Técnico: 15,97%
As maiores baixas
Cenoura: -46,64%
Batata-Inglesa: -42,16%
Cebola: -42,16%
Mamão: -33,90%
Pão Doce: -17,88%
Feijão-Carioca (Rajado) : -17,36%
Uva: -16,61%
Maçã: -16,12%
Aparelho Telefônico: -15,01%
Cimento: -10,76%
Melancia: -10,60%
Conserto de Televisor: -9,41%
Carne-Seca e de Sol: -9,25%
Vestido: -8,94%
Hotel: -7,87%


opovo

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário