busin
Esportes

Guarani de Juazeiro e Guarany de Sobral representam o Estado na competição e almejam o acesso


Goleiro André Zuba, do Guarany de Sobral, e o atacante Leilson, do Guarani de Juazeiro, são os principais destaques das equipes cearenses na Série D (Foto: Arquivo/Divulgação)


A partir do dia 21 de maio, Guarani de Juazeiro e Guarany de Sobral iniciarão o desafio na quarta divisão do futebol nacional. Na estreia, O Leão do Mercado enfrenta o América/PE, e o Cacique do Vale viaja ao Piauí para medir forças com o River.

Competição disputada por 68 equipes divididas em 17 grupos de quatro agremiações, de forma regionalizada. Avançam os líderes de cada grupo e os 15 melhores segundos colocados. A partir daí, mata-mata em ida e volta até a final. Quem alcançar a semifinal estará na Série C de 2018.

A aposta do Guarani de Juazeiro, após boa campanha no Cearense, reside na manutenção de boa parte do grupo. "Dos titulares eles só perderam o Adenilson, que foi pro Fortaleza, e o Zé Aquiraz, que foi para o Sampaio Corrêa. O Washington (técnico) vai mandar a campo, domingo, o time que vinha jogando no estadual. O discurso aqui é de acesso, mas vai precisar mudar bastante em relação a 2015 e 2016", observou Fabiano Rodrigues, repórter da TV Verdes Mares Cariri.

Para o técnico Washington Luís, o principal adversário do grupo é o Globo/RN, vice-campeão potiguar. "O Globo é um adversário forte, que vem fazendo boas campanhas no campeonato estadual, adversário que sempre vem chegando, então a gente sabe que esse time chega até a ser o favorito do grupo", analisou. O grupo ainda conta com América de Pernambuco /PE e Parnahyba/PI.

A permanência do artilheiro do Cearense, Leilson, segundo o técnico da equipe de Juazeiro, deve ser aproveitada ao máximo. "É um jogador que tem contrato com o clube até o final do ano. Agora, claro que o atleta vai iniciar a Série D e corremos o risco de perdê-lo durante a competição, mas vamos sugar e aproveitar esse atleta dentro do nosso grupo porque é uma peça de qualidade e pode nos ajudar", finalizou.

Cacique do Vale

Já em Sobral, o momento é bem diferente. Rebaixado no estadual, herdando vaga na quarta divisão após desistência do Uniclinic e situado no grupo A5, ao lado de River/PI, Maranhão e Potiguar de Mossoró, o Guarany de Sobral, que já foi campeão da Série D em 2010, passou por uma reestruturação completa visando ao certame.

"Mudamos tudo, há apoio da prefeitura e investimento forte em todos os departamentos do clube, em especial o futebol, é claro. O time foi montado para subir e não entramos apenas para participar", disparou Fred Gomes, gerente de futebol do Cacique do Vale.

Atletas conhecidos

A equipe conta com o técnico Sérgio China, que se destacou ao dirigir o Salgueiro/PE, e terá alguns atletas conhecidos do torcedor, como o goleiro André Zuba, o zagueiro Ciro Sena, o atacante Romarinho (ex-Fortaleza e Juventude), os volantes Michel e Elanardo, ambos vindos de acesso à Série A do Cearense defendendo as cores do Iguatu.

"É uma folha salarial de R$ 100 mil, honramos todos os compromissos e temos esse apoio da prefeitura, que é muito importante", arrematou Fred.

Outras equipes conhecidas integram a Série D. Novo Hamburgo, campeão gaúcho, a tradicional Portuguesa/SP, Ituano/SP, América/RN, Campinense/PB, Itabaiana/SE, Altos/PI, Cordino/MA, Bangu/RJ, Red Bull/SP, Audax/SP. (Por Paulo Ayrton)

Fonte: Diário do Nordeste

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário