busin
Politíca

João Santana e Mônica prestaram falso testemunho, diz Dilma


Ex-presidente disse que "acredita na Justiça e sabe que a verdade virá à tona e será restabelecida" (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)



A ex-presidente Dilma Rousseff afirmou que os marqueteiros João Santana e Mônica Moura, que a acusaram de ter conhecimento do caixa dois da Odebrecht, "prestaram falso testemunho e faltaram com a verdade em seus depoimentos, provavelmente pressionados pelas ameaças dos investigadores".

Em nota de sua assessoria de imprensa, a petista disse que "apesar de tudo, a presidente eleita acredita na Justiça e sabe que a verdade virá à tona e será restabelecida".

Ela reclamou do fato de que sua defesa não teve acesso à íntegra dos depoimentos de Santana e Moura, o que foi pedido ao Tribunal Superior Eleitoral "há semanas", para apresentar as alegações finais ao relator da ação de cassação da chapa Dilma Temer, ministro Herman Benjamin.

"A defesa foi prejudicada pela negativa do relator. Não foi possível cotejar os depoimentos prestados pelo casal à Justiça Eleitoral e na Lava Jato", afirmou a assessoria de Dilma.

"As contradições e falsos testemunhos foram vislumbrados, apesar disso, pelo que foi divulgado amplamente pela imprensa, na velha estratégia do vazamento seletivo dos depoimentos -uma rotina nos últimos tempos. Agora mesmo, os depoimentos são entregues à imprensa, mas não repassados oficialmente à defesa da presidente eleita." 

NoticiasaoMinuto

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário