busin
Politíca

Lindbergh diz que Temer não renuncia por medo de ser preso


Para o senador, é muito grave a parte da gravação da conversa de Temer com Joesley Batista (Foto: Divulgação)

Na avaliação do senador Lindbergh Farias (PT-RJ), o presidente Michel Temer só não renunciou ainda ao mandato porque tem medo de ser preso.

Para o senador, é muito grave a parte da gravação da conversa de Temer com Joesley Batista que indica o apoio do presidente ao pagamento de uma mesada para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha.

O senador também enfatizou o trecho da gravação em que o presidente da República é informado que dois juízes e um procurador da República estariam envolvidos em um esquema de corrupção. Lindbergh considerou "um absurdo" que Michel Temer não tenha tomado providências após a conversa. As informações são da Agência Senado.

O senador também alertou para o silêncio da imprensa quanto à participação do ministro da Fazendo, Henrique Meirelles, nesse caso. Meirelles ocupou cargos na companhia dos irmãos Batista entre 2012 e 2016, acrescentou o senador.

"Mas o Meirelles fica fora e nenhum jornal dá nada porque é o ministro da Fazenda e eles querem blindar essa política econômica" afirmou.

estadao

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário