busin
Politíca

Lula tem encontro com CNBB por combate às reformas de Temer


Petista se reuniu com a cúpula da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)


Em Brasília para o congresso nacional do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu na última quinta-feira (1º) com a cúpula da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Na audiência com o presidente da CNBB, dom Sérgio Rocha, e o secretário-geral da confederação, dom Leonardo Steiner, Lula discutiu a realização de atos com juristas e intelectuais contra as reformas propostas pelo governo Temer.

Presente à audiência, o ex-ministro Gilberto Carvalho conta que Lula fez um relato sobre o momento político. A intenção, segundo Carvalho, é intensificar a relação com a igreja em oposição às reformas.

Pela manhã dessa sexta-feira (2), Lula se reuniu com representantes de delegações estrangeiras, aos quais reafirmou sua resistência à eventual eleição indireta à Presidência da República.

Após o encontro, Lula almoçou com a ex-presidente Dilma Rousseff.

Nessa busca de apoio à defesa de sua candidatura à presidência, os advogados de Lula e o PT organizaram também uma conferência internacional com o título "os golpes de novo tipo na América Latina e o caso Lula".

Neste sábado (3), acontecerá a eleição do novo presidente do PT. Candidatos, os senadores Lindbergh Farias (RJ) e Gleisi Hoffmann (PR) ainda buscam apoio entre integrantes das correntes petistas.

CONTROVÉRSIA

A contrariedade da CNBB ao governo Temer já foi vista em notas de repúdio às reformas da Previdência e trabalhista. Não é, contudo, unanimidade na maior organização católica do país.

O arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer, foi um que defendeu as propostas ("é necessário fazê-las e fazê-las bem").

Em maio, Temer disse que a oposição vinha de "uma parte da CNBB e nada mais do que isso", apesar de assinarem notas contrárias às reformas o presidente, o vice e o secretário-geral da CNBB.

O Planalto intensificou encontros com setores religiosos, sobretudo católicos e evangélicos, para angariar apoio. Em encontro com Temer, nesta quinta (1º), pastores da Assembleia de Deus Ministério de Madureira fizeram uma oração para o peemedebista.

NoticiasaoMinuto

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário