busin
Policia

Madrugada de terror em Assaré e mais um banco é destruído no Cariri


Bando implodiu agência do BB de Assaré (Foto: Reprodução/Redes sociais)


O Modus Operandi é o mesmo deixando os moradores em polvorosa e a polícia desesperada na caça aos bandidos após ser intimidada na unidade militar. Nesse contexto a implosão do Banco do Brasil na madrugada deste domingo se constituiu no terceiro num curto intervalo de apenas quatro dias dentro de um raio médio de 150 Km. As ações marginais começaram na madrugada de quinta-feira no município de Moreilandia (PE), passando na sexta por Antonina do Norte e chegando a Assaré.

A imagem é praticamente a mesma com vidraças quebradas, escombros do teto no solo e caixas automáticos destruídos. Outra semelhança é que ninguém foi preso em relação ao bando com número médio de 15 homens fortemente armados e encapuzados. A opção da quadrilha ou das quadrilhas é por cidades pequenas, distantes de grandes centros urbanos e pequenos contingentes policiais como foram os casos dos últimos dias entre os sertões do Pernambuco e do Ceará.

Por volta das 02h30min deste domingo novamente cerca de 15 homens armados e encapuzados se dirigiu à agência do Banco do Brasil que funciona na Rua Padre Emílio Cabral, 320 no centro da cidade. Alguns efetuavam disparos para o alto em frente ao banco e até fizeram uma espécie de cordão humano com populares que se encontravam em bares próximos ao local. Segundo o gerente do BB, Pedro Henrique Diogenes, a agência foi parcialmente destruída na parte onde ficam os três cofres.

Os bandidos só conseguiram abrir um deles levando cerca de R$ 50 mil. O Sargento Lima e os Soldados Nascimento e Virgulino do Destacamento Militar de Assaré atendiam conflito num forró que ocorria no Sítio Boqueirão a uma distância de 4 Km e até ouviram as explosões já deduzindo que fosse no banco. Houve a solicitação de reforço e surgiram patrulhas com o Capitão Marcel, os Sargentos Roberto e Erisvalto e os Soldados Simão, Melo, Pinheiro e Palmeira, além de militares dos destacamentos de Antonina do Norte, Potengi e Araripe.

No retorno da patrulha de Assaré ao centro, os bandidos já tinham fugido num veículo Santana de cor preta, um Golf de cor prata, um Gol de cor preta e várias motos na direção da Serra de Santana na zona rural de Assaré. O bando não levou reféns e, no local, foram encontradas por populares muitas cápsulas calibres 12 e 40deflagradas. A polícia está à caça dos bandidos, mas, até o momento, ninguém foi preso.

OUTROS – Na última sexta-feira a implosão foi da agência do Banco do Brasil de Antonina do Norte município situado a uma distância de 17 Km para Assaré. O bando efetuou disparos contra a sede do destacamento, deixou a cidade sem energia e fez duas pessoas reféns quando roubou uma motocicleta. As vítimas foram liberadas pouco tempo depois. Na madrugada do dia anterior a implosão foi do Banco do Brasil de Moreilandia no Pernambuco.


Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário