busin
Esportes

Palmeiras ignora concorrência e adia conversa com Prass sobre renovação


Fernando Prass durante jogo do Palmeiras contra a Ponte, em Campinas (Foto: Reprodução)

Com o contrato vencendo em dezembro, Fernando Prass já está apto para assinar um pré-contrato com outra equipe e deixar o Palmeiras no fim do ano. O clube paulista, no entanto, não se preocupa com a situação e aposta que a conversa acontecerá "na hora certa". 

De acordo com apuração do UOL Esporte, a diretoria alviverde adia as conversas e apenas monitora a situação do goleiro por não se preocupar com o assédio que o atleta possa sofrer nos próximos dias por conta de sua situação indefinida. Os palmeirenses enxergam o goleiro com vontade de continuar no clube e duvidam que o atleta acerte sua transferência sem antes esgotar as negociações no Palestra Itália. 

O goleiro, no entanto, não está parado aguardando a definição de seu futuro. Em abril, ele trocou de empresário e agora tem parceria firmada com Giuseppe Dioguardi, que ficou famoso entre os palmeirenses por gerenciar a carreira de Kleber Gladiador. Ele também trabalha com Paulo Henrique Ganso e já ajudou Valdivia. Dioguardi também adota postura tranquila em relação à negociação e diz esperar um contato do Palmeiras para poder falar sobre o futuro. Recentemente, Prass deixou claro que preferia ter uma situação definida, mas que seguiria trabalhando firme independentemente do andamento das negociações. 

Fernando Prass completa 39 anos neste domingo e já deixou claro que ainda não planeja pendurar as luvas. Depois de precisar deixar a seleção olímpica por lesão, o goleiro ainda nutre o sonho de atuar com a amarelinha. Ele chegou no Palmeiras em 2012 para ser o primeiro que conseguiu estabilidade na posição desde a saída de Marcos. Ao todo, são 234 jogos e o cargo de concorrente a ídolo após ter papel importante na conquista da Copa do Brasil de 2015 e do Brasileiro de 2016.

 

uol


Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário