busin
Cariri

Centro de Apoio aos Romeiros tem potencial, mas falha na gestão e preocupa permissionários


Permissionários lamentam "deserto de clientes" no Centro de Apoio aos Romeiros e cobram providências à gestão (Foto: Guto Vital/ Agência Miséria)

Permissionários do Centro de Apoio aos Romeiros, em Juazeiro do Norte, afirmam passar por uma série de dificuldades que inviabilizam os negócios no complexo e põe em dúvida a utilidade do equipamento que, em tese, serve de ponto de apoio e convivência aos turistas o ano inteiro. 

Após 4 meses sem energia elétrica - cortada por falta de pagamento -, quem tem box alugado no local reclama que nem todos os permissionários utilizam os pontos de venda, alguns utilizam o pequeno espaço como depósito. Com a pouca oferta, não há procura, e o local fica "deserto, sem clientes", diz uma permissionária.

A principal reivindicação, portanto, é que quem não usa devidamente o espaço, ceda a permissão para outros interessados que de fato desejam montar um negócio no espaço. Dos 1.042 boxes no espaço, menos de 15% está efetivamente em atividade. Inaugurada em 20110, uma das obras públicas de maior investimento na cidade, portanto, apresenta severas falhas na administração e na gestão do espaço. 

Dalva relembra o grande movimento de clientes na inauguração do Centro, em 2011 (Foto: Guto Vital/Agência Miséria)


A ideia, no início do projeto, era que as barracas de camelôs espalhadas pelo centro da cidade fossem realocadas no complexo. A medida faria com que as vias ganhassem mais espaço para o tráfego. Dona Dalva, que é permissionária desde 2011, relembra que na inauguração do complexo o lugar estava cheio, todos os pontos abertos e várias barracas. "A gente tinha esperança que continuasse assim, mas com o tempo tudo foi fechando e os clientes sumiram".

O corte de energia do Centro de Apoio parece ser a ponta de um problema que se estende há anos. Com um investimento de R$ 10 milhões, a obra projetada para apoiar os turistas durante as romarias não sustenta, sequer, os próprios permissionários. 

A presidente da Associação dos Permissionários do Centro de Apoio aos Romeiros (APECAR), não foi localizada. Membros da associação alegaram que Irani participava de uma reunião para programar a romaria que acontece no próximo dia 15 de setembro. Ela não atendeu as ligações.

TOMAR DE VOLTA
Recente,mente o prefeito de Juazeiro do Norte Arnon Bezerra (PTB), falou ao Jornal do Cariri do desejo de retomar a administração do Centro. A gestão fora passada para o governo do estado. Arnon disse já ter se reunido com o governador Camilo Santana para tratar do assunto. A intenção e realizar parcerias com diversos órgãos para que o espaço seja revitalizado.



Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br


Livre de vírus. www.avast.com.

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário