busin
Ceará

Justiça condena os dois garotos apreendidos pela morte do motorista do Uber


Adolescentes que mataram motorista do Uber são condenados (Foto: Reprodução/ Tribuna do Ceará)


Os dois adolescentes que foram apreendidos pela morte de Guilherme Maia, motorista do Uber, foram condenados nesta quinta-feira (24) pela Justiça.

Eles vão ficar internados em um centro socioeducativo, que tem o nome mantido sob sigilo. O período de internação pode variar de seis meses a três anos.

Guilherme Maia foi assassinado no dia 23 de julho, no bairro Ancuri. Ele era motorista do aplicativo Uber e tinha deixado um passageiro no local.

Segundo a Polícia, o jovem estava com o carro parado próximo ao residencial Alameda das Palmeiras, quando foi baleado com um tiro de espingarda calibre 12, disparado por um dos adolescentes. Eles confessaram que achavam que o motorista era membro de um grupo criminoso rival.

Nos muros do bairro, havia a ordem para que os motoristas baixassem os vidros ao circular pela região, com inscrições da facção Guardiões do Estado. O tio da vítima lamenta a punição para os adolescentes, que considera leve demais. Ele diz que vai entrar com uma ação contra o estado.

TribunadoCeará

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário