busin
Tecnologia e Games

Spotify elimina músicas com conteúdo racista ou de ódio



Spotify segue os passos do Faceboo e bandas supremacistas são excluídas da plataforma de streaming (Foto:Divulgação)

O Spotify eliminou da sua plataforma músicas que contenham conteúdo considerado racista e um discurso de ódio, seguindo os passos do Facebook, que  já eliminou grupos com o mesmo perfil.

"O conteúdo ilegal ou material que favorece o ódio e incita à violência contra raças, religião ou sexualidade não é tolerado por nós", afirmou o porta-voz da plataforma ao Billboard.

A decisão foi tomada dias após um atropelamento mortal durante uma manifestação de supremacistas brancos em Charlottesville, nos Estados Unidos. No seguimento da ação de protesto, que ganhou contornos preocupantes e projeção por todo o mundo, o Digital Music News anunciou ter encontrado no Spotify temas de 37 bandas que pregavam o "orgulho branco".

A maioria dos grupos musicais já haviam sido assinalados em 2014, mas mantinham-se até aos dias de hoje disponíveis para ouvir em streaming no Spotify.

 

noticiasaominuto

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário