busin
Politíca

Vereador Pedro Alagoano é denunciado por pagamento de nota fiscal fria em Crato


Pedro Alagoano é vereador de Crato pelo PSD (Foto: Reprodução)

O vereador Pedro Alagoano (PSD), atual vice-presidente da Câmara do Crato, vai responder por desvio de dinheiro público, através de pagamento de nota fiscal fria com suspeita de formação de quadrilha. 

O caso será analisado pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) através de denúncia sobre a gestão do vereador nos anos de 2015 e 2016 como presidente da Câmara.

Na denúncia, Pedro Alagoano é acusado de empenhar e pagar despesas sem a devida realização dos serviços no valor de R$ 6.425,00. O dinheiro foi pago para serviço de treinamento de pessoal que nunca aconteceu. 

O pagamento ocorrido no dia 8 de novembro de 2016, foi depositado na conta de uma empresa na cidade de São Benedito, com recibo assinado na cidade de Caririaçu.

A empresa "Elieser Melo Assessoria", que emitiu a nota fiscal, fica sediada em um apartamento onde o prédio não tem número. Como especificação dos serviços, o treinamento dos servidores para temas relacionados a gastos com pessoal, escrituração contábil, planejamento orçamentário e elaboração de projetos de lei.

A denúncia, que será encaminhada ao MPCE, pode afastar o vereador das funções por prática de improbidade administrativa e deixa-lo inelegível por até 8 anos. Pedro Alagoano pode, inclusive, ser condenado a devolver o dinheiro aos cofres públicos, além de pagamento de multa.



Por Agência Miséria
Miséria.com.br


Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário