busin
Politíca

De saída da Assembleia, Dr. Santana comenta substituto de Lula e se articula para deixar o PT



Não vamos abandonar o Lula, diz o ex-prefeito de Juazeiro (Foto: Assembleia Legislativa)

Prestes a deixa o cargo de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, o ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Santana (PT), comentou sobre a eminente prisão de Lula nesta sexta-feira (6), e chamou de "aprofundamento do golpe" os últimos acontecimentos envolvendo o ex-presidente. 

Em conversa por telefone, Santana argumentou que o despacho expedido pelo juiz Sérgio Moro para que Lula se apresente até às 17 horas na sede da Polícia Federal em Curitiba, é uma afronta aos trabalhadores. Para ele, este é um dos capítulos finais de um esforço para derrotar o projeto petista no Brasil.

"Este processo é baseado em uma prova falsa, é uma acusação forjada [...] Lula nunca esteve no triplex [...] configura-se uma farsa jurídica e midiática para condenar um projeto político", disse o deputado. 

Sobre o apoio do PT a outro candidato após a prisão de Luis Inácio, Santana se declara simpático a indicação da deputada federal Manoela d´Ávila (PCdoB) e de Guilherme Boulos (PSOL). "Ciro Gomes (PDT), seria uma terceira opção", pontua. 

JANELA ABERTA

Uma dos políticos mais atuantes pelo Partido dos Trabalhadores no Ceará, Manoel Santana se articula para trocar a sigla nos últimos instantes de abertura da janela partidária. Ele se reúne nesta sexta, às 10 h, com lideranças do PCdoB, em Fortaleza, e deverá se filiar à legenda ainda hoje.



Por Felipe Azevedo/ Agência Miséria
Miséria.com.br


Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário