busin
Mundo

Arqueólogos encontram navio centenário na costa portuguesa


CASCAIS — Arqueólogos encontraram um navio que naufragou há cerca de 400 anos perto de Lisboa, anunciaram especialistas nesta segunda-feira. A embarcação, carregada de especiarias, estaria voltando da Índia quando foi destruída na costa portuguesa, entre 1575 e 1625, segundo o direitor do projeto, Jorge Freire. O comércio de especiarias de Portugal com a Índia estava no auge na época do naufrágio.
— Do ponto de vista do patrimônio, essa é a descoberta da década — ressaltou Freire. — Em Portugal, esta é a descoberta mais importante de todos os tempos.


A 12 metros abaixo da superfície, mergulhadores encontraram especiarias, nove canhões de bronze gravados com o brasão português, cerâmica chinesa e conchas de cowry, um tipo de moeda usada para o comércio de escravos durante a época colonial.
Encontrado em 3 de setembro na costa de Cascais, uma cidade turística nos arredores de Lisboa, o navio de 400 anos e seus objetos estavam "muito bem preservados", segundo Freire.
Em 1994, o navio português Nossa Senhora dos Mártires foi descoberto perto do Forte de São Julião da Barra, um complexo de defesa militar perto de Cascais.
— Há muito tempo, especialistas consideram a foz do rio Tejo um hotspot de naufrágios — afirmou o ministro da Cultura de Portugal, Luis Mendes. — Esta descoberta veio para provar isso.
A descoberta recente foi realizada por meio de um projeto arqueológico de 10 anos apoiado pela Câmara Municipal de Cascais, pela Marinha, pelo governo português e pela Universidade Nova de Lisboa.

Fonte: G1

Fm Progresso 97,9 A primeira do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário