busin
Brasil

Hub: volume de passageiros em conexão triplica em Fortaleza



Após um ano do anúncio do hub da Air France-KLM e Gol em Fortaleza, o Grupo franco-holandês já transportou entre a Capital cearense e as cidades de Paris e Amsterdã cerca de 35,4 mil passageiros pagos em menos de cinco meses de operações. De acordo com Jean Marc Pouchol, diretor geral do Grupo para a América do Sul, o número de passageiros em conexão triplicou desde maio deste ano. O executivo afirmou que 30% dos viajantes que chegaram nestes voos realizaram alguma conexão com a Gol Linhas Aéreas para Natal, Recife, Salvador, Manaus, Belém, São Paulo e Brasília.
A conectividade amplia a possibilidade dos passageiros permanecerem mais tempo no Estado estimulando a economia e o turismo locais.
"A taxa de conexão aqui em Fortaleza é bem alta e está em média 30%. Acho que isso vai continuar também a crescer em linha com o nosso negócio. Para nós, é super importante porque temos clientes do País inteiro. Quanto mais ampliarmos a zona de clientes, é melhor para o hub. E reflete nesse projeto de hub que nós propomos que é de ter essas conexões", observou.
Segundo ele, Salvador lidera no número de passageiros que realizam conexão a partir de Fortaleza. "Nos voos da Air France (Joon), logo em seguida, aparece Brasília, e da KLM, Belém. E em terceiro lugar, Manaus para as duas companhias", comentou. De acordo com balanço da companhia, a parceria com a Gol representa 1 a cada 4 passageiros em média conectando entre os voos da Air France-KLM e da brasileira. "No voo de domingo (23) da Joon, do total de 268 lugares, 118 passageiros estavam fazendo conexão em Fortaleza para outro destino no Nordeste e Norte. No voo de ontem da KLM, são 97 passageiros fazendo essa conexão. São números muito positivos", informou.
Sobre o incremento de frequências, Pouchol disse que é de interesse do Grupo continuar aumentando o número de voos, porém de forma coerente com a demanda. "Hoje temos cinco voos, e a partir de abril, teremos um voo diário para a Europa. Nossa missão não é parar nesses voos diários, mas temos de crescer de maneira razoável. Não estamos aqui para experimentar, estamos aqui construindo com a Gol um hub sustentável para o futuro. Devemos crescer em um ritmo adequado e teremos com certeza ainda mais voos". Os brasileiros ainda dominam as reservas dos voos do Grupo. Eles são 55% de todos os passageiros, enquanto que os europeus correspondem a 45%. "A taxa de europeus deve aumentar porque é preciso um pouco mais de tempo para isso. Na Europa, precisa de um pouco mais de tempo para aumentar a notoriedade do projeto. Eu acredito que a demanda deve aumentar para o Brasil", esclareceu o executivo.
Preços
Os preços das passagens entre Fortaleza e Paris (França) e Amsterdã (Holanda), operados pela Air France-KLM, são em média 35% mais baratos do que os bilhetes para os voos com saídas do Rio de Janeiro e São Paulo. "Por conta da distância entre Fortaleza e a Europa e da viagem mais curta, o preço das tarifas em comparação a Rio e São Paulo é mais baixo. É um pouco complicado porque o preço no setor aéreo depende da oferta e da demanda. Quando se avalia em média nos quatro primeiros meses de operações do Grupo na Capital, hoje custa menos do que era antigamente antes do lançamento do hub", afirmou o diretor geral do Grupo.
Em pesquisa realizada ontem (24), no site da KLM, constatou-se que os preços dos bilhetes são mais baratos partindo da Capital em relação às saídas de Rio e São Paulo. Na simulação, de São Paulo para Paris, entre os dias 5 e 12 de março do próximo ano, observou-se preços de R$ 3.501,48 (ida e volta com taxas de embarque). Partindo do Rio para Paris, nas mesmas datas, os valores chegam a R$ 3.887,37. Já de Fortaleza, a pesquisa mostrou bilhetes de R$ 3.237,03, cerca de 17% mais barato em relação à Capital fluminense. Além disso, Pouchol reafirma que as ocupações dos voos de Fortaleza para a Europa estão acima de 90%. "É uma ocupação sustentável. Nós temos a mesma taxa de ocupação do que temos hoje no Rio e em São Paulo. Ainda é um pouco mais alto aqui porque julho e agosto são mais movimentados para este tipo de rota", diz.
Turismo
De acordo com o secretário de Turismo do Município (Setfor), Régis Medeiros, o aumento da taxa de conexão dos voos entre a Europa e o Ceará possibilita o turismo local. "A importância dessas conexões é a oportunidade que nós temos de cada vez fazer com que essas pessoas façam essas paradas em Fortaleza, com o famoso stopover, ficando alguns dias aqui. O que nós queremos é trabalhar isso e nós vamos formular uma estratégia neste sentido e estamos conversando com a Air France para incentivarmos essa parada".

Fonte: DN

Fm Progresso 97,9 A primeira do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário