busin
Ciências e Saúde

Jovens falam sobre dor psíquica



Que situações na sua vida leva você a dizer ‘não aguento mais?’. O Bem Estar desta segunda-feira (24) falou sobre dor psíquica. Como fazer para não chegar a esse ponto? Como aprender a dizer não? Convidamos o psiquiatra e consultor Daniel Barros e a psicóloga Karina Fukumitsu para falar sobre o assunto.
A dor psíquica é uma dor da alma, uma tristeza, angústia. A dor por si só não é doença, como explicou Daniel Barros. Ela é um sinal de alerta, que pode ser originado de diversas situações: términos, rejeição, morte, problemas financeiros.
O sofrimento acontece porque são guardados os sentimentos de culpa, vergonha, frustração, rejeição. De acordo com a psicóloga, é importante aceitar que é do ser humano sofrer, mas também saber que a dor passa.
E se a dor não passar? Ela pode se tornar mais intensa e prejudicar a vida da pessoa. Nesse cenário, a pessoa pode estar entrando em depressão. Algumas atitudes podem ajudar a passar por essa fase com mais tranquilidade ou rapidez:
  • Ter compaixão de si
  • Olhar para longe da dor
  • Fazer coisas que goste
  • Compartilhar
  • Dizer não
  • É normal não perceber que alguém próximo precisa de ajudar. Por isso, os especialistas listaram alguns sinais: isolamento, mudança no padrão de comportamento, irritabilidade extrema, verbalização do sofrimento.
    E como ajudar? Se você estiver passando por isso, peça ajuda. Se você conhece alguém que está passando por isso, algumas atitudes podem ajudar, como abrir espaço para conversa, convidar para sair (mas sem pressionar) e quando a pessoa conseguir desabafar, orientar a busca por um profissional.
Fonte: G1

Fm Progresso 97,9 A primeira do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário