busin
Politíca

Sem apoio oficial para 2ª vaga, PT e PDT liberam filiados no CE



Duas das principais legendas que dão sustentação à coligação encabeçada pelo governador Camilo Santana, o PT e o PDT definiram voto no candidato Cid Gomes (PDT) para o Senado e liberaram os filiados para votarem no postulante de sua preferência para a segunda vaga em disputa. Isso faz com que muitos membros da base aliada optem por nomes que não fazem parte do bloco governista. Há, inclusive, casos de aliados que vão votar em opositores.
De acordo com pesquisa Ibope encomendada pela TV Verdes Mares, divulgada pelo Diário do Nordeste na segunda-feira (24), as intenções de voto em branco ou nulo são de 12% para a primeira vaga e 21% para a segunda. Cid Gomes soma 64% das intenções de voto e Eunício Oliveira (MDB), em segundo lugar, tem 39%. Eduardo Girão (PROS) vem depois, com 10%, seguido por Dra. Mayra (PDSB), com 9%. Os demais postulantes alcançam até 3%.
O presidente estadual do PDT, deputado federal André Figueiredo, afirmou ao Diário que o partido não indicou voto para a segunda vaga ao Senado. Segundo ele, vários pedetistas estão optando por alguns dos nomes colocados na disputa, dentre os quais o dirigente mencionou Luís Eduardo Girão (PROS) e Anna Karina (PSOL). "Não existe definição sobre quem será a segunda vaga e está todo mundo liberado", ressaltou.
INFO
Indefinição
O presidenciável Ciro Gomes (PDT), em entrevista ao Diário em agosto passado, informou que seu candidato ao Senado era o irmão, Cid Gomes, e que estaria em busca de outro nome para a segunda vaga. O pedetista ainda não definiu o segundo voto ao Senado, mas não seguirá orientação de Camilo, que apoia a reeleição de Eunício.
Um parlamentar do PDT, que preferiu não se identificar, afirmou que a dificuldade em votar no candidato do PROS estaria no fato de Eduardo Girão ser ligado ao deputado estadual Capitão Wagner, um dos principais opositores do Governo no Ceará. "Ciro diz que jamais votaria no Eunício, e muitos seguidores dele querem fazer a mesma coisa, mas vão votar em quem? O Girão só não cresce por conta do apoio do Capitão Wagner. Se não fosse isso, todo mundo já estava indo para o Girão".
Alguns pedetistas, por outro lado, informaram que, mesmo sem orientação oficial do partido, vão votar em Cid Gomes e Eunício Oliveira. É o caso, por exemplo, dos deputados estaduais Evandro Leitão, líder do Governo Camilo na Assembleia Legislativa, e Sérgio Aguiar.
"Não tem orientação nenhuma para voto em um segundo candidato. Acho que 90% votam no Cid, tanto é que ele tem mais intenção de voto e o Eunício aparece com metade. Se todo mundo do PDT fosse votar no Eduardo Girão, por exemplo, ele já tinha ultrapassado o Eunício nas pesquisas", disse, por sua vez, outro membro da legenda.
O PT também não fechou resolução quanto à segunda vaga ao Senado. A única definição do partido diz respeito ao apoio à candidatura de Cid Gomes, visto que o PDT é o principal aliado do Governo do Estado.
"A segunda vaga está absolutamente liberada, as pessoas estão tomando posicionamentos de maneira individual. O que vejo é que grande parcela dos militantes do PT está optando por candidaturas à esquerda", afirmou o deputado Elmano de Freitas. Segundo ele, os candidatos do PSOL, Anna Karina e Pastor Simões, são preferência na sigla. A assessoria do PT Ceará confirmou a liberação dos filiados para apoio à segunda vaga.
Sem entusiasmo
Elmano admitiu, porém, que não há "muito entusiasmo" no partido quanto à disputa pela segunda vaga, visto que muitos militantes defendiam que o partido tivesse candidatura própria. "Há um sentimento de frustração no PT, mas, por coerência, os militantes estão dizendo que vão votar no Pastor Simões e na Karina", disse. Na Capital em agosto, o presidenciável petista, Fernando Haddad, encontrou-se com Eunício Oliveira e chegou a ser fotografado com o emedebista, estampando na camisa adesivo do senador com Lula.
Nos bastidores da política local, fala-se que Ciro Gomes pode apoiar Eduardo Girão como segundo nome para a disputa ao Senado, mas o presidenciável ainda não tornou pública tal intenção. Ao Diário, Girão afirmou que não nega voto de ninguém, mas lembrou que as ideias dele e do pedetista são diferentes. Segundo o postulante, a tendência é que vote em Jair Bolsonaro (PSL) ou João Amoêdo (Novo) para presidente.

Fonte: DN

Fm Progresso 97,9 A primeira do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário