busin
Esportes

Crianças participam de partida de futebol com Ronaldo Angelim e Jonas Damasceno em Juazeiro do Norte



Juazeiro do Norte. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest) realizou, na última quarta-feira (10), uma partida de futebol na Areninha, com o grupo de jovens do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do território Timbaubas, e os ex-jogadores Ronaldo angelim e Jonas Damasceno, em comemoração ao Dia das Crianças.
A ação faz parte do Projeto Esporte, Cidadania e Inclusão Social, que a Sedest inseriu nos dez Cras do município. Sua proposta, através do esporte, projetos sociais, fóruns e ações de Proteção Integral da Infância e Adolescência, é impulsionar a transformação da realidade de crianças e adolescentes, contribuindo para o enfrentamento das vulnerabilidades e superação das desigualdades e violações que afetam as vidas de crianças e adolescentes.
Para a coordenadora do Cras, Emanuelly Vieira, o momento foi de muito entusiasmo e alegria para os jovens. “Era curioso, porque eles comentavam ‘Tô jogando no time de Angelim’, ‘Consegui tirar a bola dele’, ‘Um dia vou ser jogador profissional que nem ele’”, lembra.
História 
Natural de Barbalha, Jonas Damasceno Varela foi revelado no Icasa, em 1995. O volante também jogou no Guarani e Barbalha e em grandes clubes de futebol do Nordeste como Fortaleza, Botafogo (PB), Campinense e o Benfica. Hoje, Jonas Damasceno está à frente do Projeto de Esporte, Cidadania e Inclusão Social, na Sedest, que inspirado crianças e adolescentes no desenvolvimento de habilidades esportivas e na busca de seus sonhos de forma responsável.
Já Ronaldo Angelim, nascido na cidade de Porteiras, deu seus primeiros passos no futebol em Juazeiro do Norte. Também revelado no Icasa, o zagueiro jogou no Flamengo e no Fortaleza. No tricolor cearense, conquistou dois acessos à série A do Campeonato Brasileiro, em 2002 e 2004. O atleta é ídolo rubro-negro depois de ser o autor do gol da conquista do Campeonato Brasileiro de 2009.

Fonte: DN

Fm Progresso 97,9 A primeira do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário