busin
Economia e Negócios

16 quilos de frango com salmonela estariam no Ceará, diz Acesu


De acordo com a BRF, apenas uma parte dos lotes incluídos no recall apresentou resultado positivo para Salmonella (Foto: Reprodução)


Dentre as 164 toneladas de carne de frango da marca Perdigão que foram retiradas do mercado sob suspeita de contaminação pela bactéria Salmonella enteritidis, cerca 16,5 quilos teriam sido distribuídos para o Ceará, segundo informou o vice-presidente da Associação Cearense de Supermercados (Acesu), Nidovando Pinheiro. Nesta quarta-feira (13), a BRF, proprietária da Perdigão, anunciou o recall 164,7 toneladas de cortes e miúdos de frango in natura no mercado nacional produzidos na planta de Dourados, no Mato Grosso do Sul (MS).

Além do Ceará, os produtos foram comercializados nos estados do Amapá, Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. “Praticamente não chegou nada aos supermercados cearenses, porque a mercadoria que veio para o Estado ainda está no centro de distribuição da empresa. A informação que eu tenho é de que apenas 0,01% (do total que estaria contaminado) veio para o Ceará, o que é uma quantidade muito pequena”, disse Nidovando.

De acordo com a BRF, apenas uma parte dos lotes incluídos no recall apresentou resultado positivo para essa bactéria. “Mas, como possuem as mesmas datas de fabricação de lotes com teste positivo, todos estão sendo retirados do mercado com base no princípio da precaução. Vale dizer também que esse microrganismo não sobrevive ao processo de cozimento, o que é a regra no consumo desses alimentos, conforme descrito nas embalagens dos produtos”, disse em nota.

A empresa disse ainda que já entrou em contato com todos os clientes que receberam os produtos com as datas de produção mencionadas. “Realizamos o inventário dos estoques e asseguramos que as quantidades ainda não comercializadas sejam bloqueadas e recolhidas”.

Os produtos envolvidos no recall são cortes congelados de frango, como coxas, coração, filezinho, filé de peito e sobrecoxas sem osso. Ao todo, 23 lotes tiveram risco de contaminação identificado, nos quais foi encontrado um dos tipos de Salmonella. A bactéria é encontrada no sistema digestivo de animais e em vegetais plantados em solos contaminados.

A BRF vai coletar os produtos de todos os lotes envolvidos no recall. E, uma vez identificado o produto, o consumidor deve entrar em contato por meio do e-mail recolhimento.sac@brf-br.com ou ligar gratuitamente para o telefone 0800 031 1315. “Nossa equipe informará os procedimentos para substituição, devolução ou ressarcimento dos produtos, sendo necessária a apresentação física do produto para a conclusão do recolhimento”, diz a empresa.

Fonte: Diário do Nordeste

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário