busin
Economia e Negócios

Justiça do Trabalho pagou mais de R$ 358 milhões a trabalhadores no Ceará em 2018


Fórum Desembargador Paulo da Silva Porto, em Juazeiro do Norte (Foto: Cícero Valério/Arquivo/Agência Miséria)



A Justiça do Trabalho pagou mais de R$ 358 milhões aos trabalhadores cearenses no ano de 2018, a maior parcela fruto de acordos. A renda aos empregados que se conciliaram com os patrões somou cerca de R$ 187 milhões. A quantia total, de R$ 358.586.687,57, também inclui valores decorrentes de execução e de pagamentos espontâneos.

Os dados são do sistema E-Gestão, da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho, foram apurados pela Secretaria de Gestão Estratégica do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE).

Junto ao valor total pago aos trabalhadores, foi divulgado o número de processos julgados durante o ano. Enquanto foram recebidos cerca de 47,2 mil novos casos, as 37 varas do trabalho do Ceará julgaram, no mesmo período, perto de 58 mil processos.

Com isso, o TRT/CE atingiu 124% da Meta 1 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que manda os tribunais julgarem mais processos que os distribuídos no ano corrente. O acervo do órgão desceu para 155 mil processos, quantidade cerca de 10% menor que o acervo registrado no ano anterior.

O desempenho positivo se repete, já que, em 2017, o TRT/CE atingiu 106% dessa mesma Meta 1. Em 2018, a taxa de cumprimento da meta se elevou em 18 pontos percentuais.

Para o desembargador Plauto Porto, presidente do TRT/CE, além da eficiente diligência das varas trabalhistas, outro motivo que explica esse fato foi a redução no número de novos processos recebidos em 2018, fenômeno observado na Justiça do Trabalho em todo o País. No Ceará, essa redução foi de 30%. O decréscimo começou a ser verificado quando a Reforma Trabalhista entrou em vigor, ainda em novembro de 2017.

Fonte: O Povo

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário