busin
Ceará

Tribunal do Júri do Ceará condena membro do PCC por homicídio


Tribunal do Júri do Ceará condena membro do PCC por homicídio (Foto: Ilustrativa)

O réu Leandro de Sousa Teixeira foi condenado a cumprir pena de 14 anos e 3 meses de reclusão, por crime de homicídio, pelo Tribunal do Júri do Ceará. Ele vitimou Aleg-Sandro Gomes de Sousa na virada do ano de 2014 para 2015, no Bairro Bom Jardim em Fortaleza.

O motivo do crime foi ciúmes, uma vez que o réu acreditou, equivocadamente, que a vítima queria algum relacionamento amoroso com a namorada dele, de nome Eliádila Mariano Marques.

Durante as investigações, ficou comprovado que ao resolver matar a vítima, Leandro arrombou o apartamento de Aleg-Sandro, disparou contra a geladeira, para, logo em seguida, assassiná-lo nas escadas do bloco de apartamento, na presença de familiares da vítima.

Leandro é apontado como um dos braços da facção Primeiro Comando da Capital (PCC) no Estado do Ceará, com atuação na cidade de Caucaia.

Submetido a julgamento, o Conselho de Sentença, por maioria de votos, reconheceu a materialidade do fato, ao responder afirmativamente o primeiro quesito. Também por maioria de votos os jurados reconheceram a autoria imputada ao acusado Leandro de Sousa Teixeira, conforme resposta dada ao segundo quesito.

Em síntese, o Conselho de Sentença decidiu haver o réu Leandro de Sousa Teixeira cometido um crime de homicídio duplamente qualificado. A sentença foi dada pelo juiz da 4ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Fortaleza, Antônio Carlos Pinheiro Klein Filho.


Por João Boaventura Neto
Miséria.com.br

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário