busin
Cariri

Museu da Geodiversidade foi aberto em Salitre



Fósseis, réplicas de dinossauros, além de um exemplar original de um bicho preguiça gigante são alguns dos itens encontrados no Museu da Geodiversidade Eloi Francisco da Silva, inaugurado no último dia 16, no Centro de Salitre. O equipamento irá guardar os achados arqueológicos, geológicos e paleontológicos encontrados na zona rural do Município, que faz divisa com os estados de Pernambuco e Piauí.
Segundo a coordenadora do espaço, Tereza Mara, a ideia surgiu da necessidade que pesquisadores locais tinham em encontrar um local adequado para armazenar e expor os fósseis encontrados em Salitre.
Os estudos geológicos e paleontológicos foram iniciados no Sítio Campestre com os pesquisadores Celso Ximenes e Arthur Andrade. Há 15 anos, foi feita a primeira escavação do Baixio do Moco onde foram encontrados peixes fósseis da Bacia Sedimentar do Araripe, no Membro Romualdo.
A iniciativa da Associação dos Artistas, Artesãos e Pesquisadores de Salitre contou com a parceria do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Ceará e da Universidade Federal do Rio de Janeiro, além do extinto escritório regional de Crato do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). A Prefeitura Municipal, após aprovação na Câmara de Vereadores, cedeu um prédio para abrigar o museu – o primeiro deste tipo em Salitre.
O prefeito de Salitre, Rondilson Ribeiro de Alencar, destacou que a instalação do Museu da Geodiversidade servirá como um elo para o fortalecimento do potencial turístico do Município, além de iniciar parcerias com órgãos e instituições. “Vamos buscar a sensibilidade para a liberação de recursos e  fomentarmos  um projeto  que venha contemplar e incrementar a geração de emprego e renda, bem como, otimizarmos a divulgação da potencialidade”, pontuou.
Parte da visitação do museu se dará através do agendamento pelo telefone (88) 992420229.
(Colaborou: Amaury Alencar)

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário