busin
Brasil

Natureza: passeio de caiaque no coração da Mata Atlântica


O ar fresco e verde da Mata Atlântica foi o primeiro abraço que recebi ao chegar em Foz do Iguaçu, no Paraná, pertinho da fronteira com a Argentina e com o Paraguai. O céu nublado encobria o sol forte - o que pode parecer feio para outros brasileiros, mas não para nós, cearenses.
A experiência começa no ônibus panorâmico do Parque Nacional do Iguaçu, que leva a diferentes pontos - há quem tenha pique para fazer trilhas mais longas ou o passeio de barco (Macuco Safári), porém a mais tradicional é a Trilha das Cataratas. Em meio à vegetação nativa e a simpáticos quatis, deslumbrantes quedas d'águas tornam magnífica a caminhada de cerca de uma hora e meia.
A mais deslumbrante das cascatas fica na Garganta do Diabo, ao fim da trilha - um grande abraço da natureza. A passarela de acesso a esse ponto é uma experiência sem igual para todos os sentidos - só aqui se pode ver de tão perto as imensas quedas d'água, sentir na pele a neblina, ouvir a música das cascatas e apreciar o cheiro doce do Rio Iguaçu misturado ao verde e à terra molhada.
PontePonte
É indispensável caminhar pela ponte sobre o Rio Iguaçu até as cataratas - prepare-se para se molhar, porque vale a pena
É até difícil voltar à "realidade" depois dessa experiência. Há vários pontos de observação incríveis das cataratas, inclusive um elevador panorâmico para ver as quedas de cima. Existem também banheiros, restaurantes e lojinhas neste ponto, mas depois de cerca de duas a três horas de visita, é hora de pegar novamente o ônibus panorâmico e deixar o local.
araraarara
O viveiro de imersão das araras é uma das principais atrações do Parque das Aves, onde é possível sentir de perto o voo de quase 100 animais de todas as cores
Da entrada do parque, uma caminhada de cinco minutos leva até o Parque das Aves, onde pássaros exóticos têm bastante espaço para viver e uma equipe dedicada a conservar as espécies ameaçadas de extinção. Vale a pena ver de perto araras de todas as cores, papagaios, flamingos e corujas, entre dezenas de outros animais.
naturezanatureza
Parte da vegetação nativa da Mata Atlântica, as bromélias são um espetáculo à parte na observação da natureza local
Entre passeios menos tradicionais, uma dica é a expedição Aguaray. A experiência combina uma trilha de 1,4 km (de cerca de 45 minutos), uma atividade de uma hora no Rio Iguaçu, de caiaque ou stand up paddle (SUP) e o retorno por uma trilha com cachoeira. Em contraste com as cataratas, aqui o que reina é o silêncio, interrompido apenas pelo gorjeio de uma ave ou pelos sons da mata.
COMO CHEGAR -Não há voos diretos para Foz do Iguaçu de Fortaleza, mas há opções com conexões pela Avianca, Azul, Gol e Latam. Duração média de 6h30 de voo e preço médio de R$ 700. Do aeroporto internacional de Foz do Iguaçu, até o Parque Nacional de Iguaçu, são cerca de 5 minutos de táxi. Passeios - Ingressos para o Parque Nacional de Iguaçu custam R$ 38 (para brasileiros de 12 a 59 anos) e R$ 10 para crianças de 2 a 11 anos e a partir de 60 anos. A visitação leva em torno de três horas, no mínimo. O ingresso dá direito a utilizar o ônibus panorâmico, que passa pelas paradas Trilha do Poço Preto, do Macuco Safári, da Trilha das Bananeiras, da Trilha das Cataratas e do Espaço Porto Canoas. Há opções de passeios a pé, de bike, de carro, de barco e de helicóptero.Informações: cataratasdoiguacu.Com.Br. - O ingresso do Parque das Aves custa R$ 45 (adultos) é gratuito para crianças de até 8 anos. - A trilha e passeio de caiaque ou stand up padlle no Rio Iguaçu é realizada pela Aguaray Eco Sports. Em outubro, a experiência custava R$ 150

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário