busin
Ciências e Saúde

78% das crianças brasileiras se mexem menos do que é recomendado pela OMS



Uma pesquisa mostrou que 78% das crianças brasileiras não fazem o mínimo de movimento recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de pelo menos uma hora por dia.
Criança que fica muito tempo parada pode ter dificuldade para desenvolver habilidades como equilíbrio, coordenação motora. E as crianças brasileiras são as que mais passam o tempo de suas vidas em algum tipo de tela (celular, computador, tablet, televisão).
Além de prejudicar as habilidades, a falta de movimento pode também acarretar na obesidade. Cerca de 14% das crianças brasileiras na faixa etária de 5 a 9 anos são obesas e 33,5% têm excesso de peso, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
E quanto tempo as crianças e os adolescentes devem passar em frente as telas? O recomendado pela OMS é de, no máximo, três horas por dia. As crianças e adolescentes brasileiros gastam, em média, cinco horas nas telas. "Uma medida simples é estimular seu filho a jogar um pouco em pé. A cada hora no videogame, 10 a 15 minutos em pé, já quebra esse tempo tão sedentário", explica o preparador físico, Marcio Atalla.
Diminuir esse tempo em frente às telas também diminui o sedentarismo. O tempo de atividades físicas praticadas na infância deve ser em torno de 300 minutos por semana, o que significa pouco mais de 40 minutos todos os dias. "As atividades estimulam o corpo e o cérebro, melhoram a concentração e a aprendizagem. Tem uma série de benefícios", alerta Atalla.

Fonte: G1

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário