busin
Cariri

Implantação da Casa da Mulher Cearense no Cariri é discutida em audiência pública no Crato



A instalação da Casa da Mulher Cearense em Crato foi tema de audiência pública, realizada ontem (23), na Câmara de Vereadores. O projeto, que já está em funcionamento em Fortaleza, atua no atendimento humanizado e especializado para mulheres em situação de violência. No último dia 8 de março, o governador Camilo Santana anunciou a criação do equipamento no interior – o primeiro, será instalado no Cariri.
O encontro contou com a participação do vice-prefeito, André Barreto, de vereadores e representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher do Crato, da Delegacia de Defesa da Mulher de Crato, do Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Mulher (Nudem), ligado à Defensoria Pública, da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), da OAB de Crato, do Centro de Referência da Mulher.
A Casa da Mulher Cearense seguirá o modelo da Casa da Mulher Brasileira, experiência do Governo Federal, instalada em julho do ano passado, em Fortaleza. Hoje, o equipamento reúne serviços de Defensoria Pública, Delegacia da Mulher, Ministério Público, Juizado Especial e capacitação. Desde a implantação, já foram realizados mais 11 mil atendimentos, tendo uma média de 54 por dia. Lá, funciona 24 horas e oferece serviços multidisciplinar.
A professora Verônica Isidório, presidenta do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher do Crato, acredita que deve haver mais agilidade nas questões relacionadas às mulheres e apoia que o equipamento ofereça auxílio, proteção e amparo. Já a educadora Tammy Alencar ressaltou que a educação estará a postos para auxiliar nesse aspecto. “Nossas crianças necessitam de uma educação direcionada para a cultura da não violência para que saibam discernir entre o que é correto ou não no parâmetro de respeito e convívio harmonioso”, explicou.
“As políticas públicas precisam ser eficientes e eficazes, estamos trabalhando cotidianamente, reforçando o compromisso da nossa gestão para com as mulheres e a comunidade em geral”, disse o vice-prefeito e secretário de Saúde, André Barreto.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário