busin
Esportes

Messi dá ultimato em fim de semana com marcas de CR7, Neymar e Bielsa: veja o resumão

Fonte: G1

Não foi um fim de semana qualquer. No primeiro em que Vingadores: Ultimato foi exibido nos cinemas, foi possível assistir a cenas nos gramados tão marcantes quanto as derradeiras aventuras de Homem de Ferro, Capitão América e Hulk juntos na busca pelas Joias do Infinito contra o vilão Thanos. No sábado, Messi usou seus superpoderes, Cristiano Ronaldo mostrou força e Neymar voou um pouco - e depois pareceu vilão em briga. Para fechar, Marcelo Bielsa foi o herói de domingo.
Prometemos referências, mas sem spoilers. 😉
Messi e Cristiano Ronaldo: Sem spoilers, ok? Beleza! — Foto:  EFE/Alberto Estévez e REUTERS/Daniele MascoloMessi e Cristiano Ronaldo: Sem spoilers, ok? Beleza! — Foto:  EFE/Alberto Estévez e REUTERS/Daniele Mascolo
Messi e Cristiano Ronaldo: Sem spoilers, ok? Beleza! — Foto: EFE/Alberto Estévez e REUTERS/Daniele Mascolo
"Centro de todo sucesso do Barcelona"
É assim que Messi foi definido pelo técnico Ernesto Valverde depois da conquista do título do Campeonato Espanhol. Poupado, o camisa 10 precisou de 16 minutos em campo para, saído do banco de reservas no segundo tempo, fazer o gol que garantiu a vitória sobre o Levante e seu 10º troféu de La Liga. Muitos números? Então, dê uma olhada no peso do craque na conta da campanha até agora.
Infográfico dos números de Messi na conquista do Barcelona no Campeonato Espanhol — Foto: Reprodução do site Messi.comInfográfico dos números de Messi na conquista do Barcelona no Campeonato Espanhol — Foto: Reprodução do site Messi.com
Infográfico dos números de Messi na conquista do Barcelona no Campeonato Espanhol — Foto: Reprodução do site Messi.com
São 34 gols em 32 jogos, média de 1,06 por partida, com três hat-tricks. Em 75% dos pontos conquistados pelo Barcelona, Messi marcou ou deu assistência. Nas 23 vitórias, o argentino foi responsável por 39% das bolas nas redes. E contando... Quarta-feira que vem tem mais, no jogo de ida pelas quartas de final da Liga dos Campeões, contra o Liverpool, no Camp Nou.
Enquanto isso, em Madri, o Real... Perdeu para o lanterna e deixou Zidane na bronca. Muito nervoso 😡.
"É sempre bom ter os melhores do nosso lado"
O técnico Massimiliano Allegri reagiu assim a mais um feito de seu herói. Cristiano Ronaldo evitou a derrota para a Internazionale no clássico que só valia para o rival e chegou a 600 gols por clubes na carreira: 27 pela Juventus, 450 no Real Madrid, 118 no Manchester United e 5 no Sporting. Entre os jogadores em atividade, só o português tem essa marca. O craque aproveitou para fazer seu comercial, claro.
Muito feliz de ter marcado o 600º gol da minha carreira com essas bonitas chuteiras
É bem verdade que Messi tem só dois gols a menos pelo Barcelona...🤔 Em menor quantidade de jogos: 801 x 682. Tal qual a rivalidade sadia entre Homem de Ferro e Capitão América, o que vale no fim da história é os dois salvarem o dia.
Pela primeira vez desde 2009, Messi e Cristiano Ronaldo são campeões nacionais na mesma temporada.
De resto na Itália, bom que se registre a volta de Paquetá aos gramados, ainda que discretamente, por 62 minutos, em derrota do Milan. Meno male que tem mais quatro partidas até o fim da temporada para entrar em forma de olho na disputa da Copa América pela seleção brasileira.
"Ninguém tem sangue de barata"
Não precisava ser assim. Mas foi desse jeito que Neymar se justificoupela atitude de anti-herói depois de voar em campo na final da Copa da França. Uma assistência e um golaço em 20 minutos depois de começar uma partida pela primeira vez desde janeiro foi o que precisava para provar sua recuperação da contusão no pé direito. Além disso, mostrou boa resistência física na movimentação durante 120 minutos no empate por 2 a 2 entre Paris Saint-Germain e Rennes.
Só que a perda do título nos pênaltis e a provocação do torcedormexeu com o humor do craque como Bruce Banner quando se transforma em Hulk. Mesmo que tenha sido uma agressãoaparentemente leve, o soco pode terminar em punição pesada. Não viu? Então confere no replay.
Outro que virou vilão foi Mbappé. O jovem atacante quase quebrou a perna do zagueiro adversário nos minutos finais do jogo e corre risco de ser punido com uma suspensão que vai o tirar definitivamente da disputa pela Chuteira de Ouro, dada ao maior artilheiro da temporada nas ligas nacionais na Europa. Tem 30 gols e viu Messi aumentar a vantagem na liderança para quatro. O argentino ainda tem três partidas para disputar, enquanto ao francês restam cinco.
"Não entregamos, devolvemos"
Exemplo de espírito esportivo foi de Marcelo Bielsa, no empate entre Leeds United e Aston Villa por 1 a 1, pela última rodada da segunda divisão da Inglaterra. Mesmo que a ideia não tenha sido sua, mas do técnico Dean Smith, foi aceita prontamente pelo argentino. Beneficiado com um gol depois que seu time ignorou o fair play por um jogador adversário caído no gramado contundido, El Loco se esgoelou e ficou a mil à beira do gramado para que seus comandados deixassem o caminho livre para o rival igualar o placar no reinício da partida.
É ou não um ato de altruísmo digno de heróis que se sacrificam pelo bem maior? Isso até parece spoiler, mas é só um clichê.😉
Marcelo Bielsa à beira do campo no jogo do Leeds United — Foto: Reprodução do site oficial do Leeds UnitedMarcelo Bielsa à beira do campo no jogo do Leeds United — Foto: Reprodução do site oficial do Leeds United
Marcelo Bielsa à beira do campo no jogo do Leeds United — Foto: Reprodução do site oficial do Leeds United
E a Premier League? A Bundesliga? O Campeonato Português?
Fora nossos heróis, tivemos a boa disputa entre os "mais humanos". Na elite do Inglês, o Manchester City ganhou por um gol confirmado graças à tecnologia (não do VAR, mas da linha do gol) e se manteve à frente do Liverpool, vitorioso na sexta-feira passada. A diferença é de um ponto a duas rodadas do fim. Promessa de suspense que não teve muito na premiação do craque do campeonato. Assim como antecipado pelo jornal Daily Mail, o zagueirão Van Djik, dos Reds, levou o troféu da Associação de Jogadores Profissionais (PFA na sigla em inglês).
Na Alemanha, a disputa pelo título está quase tão acirrada quanto, mas os dois primeiros tropeçaram. No sábado, o Borussia Dortmund caiu feio diante do rival Schalke 04. No domingo, o Bayern de Munique não aproveitou e tropeçou de leve em outro dérbi local, diante do Nuremberg. A diferença ficou em dois pontos a três rodadas do fim. E se não viu, confira o post mais zoeiro do fim de semana sobre escorregões.
Em Portugal, o Benfica aproveitou o tropeço do Porto. Em jogo de três pênaltis, goleou de virada e abriu dois pontos na liderança. Para finalizar, espia o golaço do Rafa que fechou a conta.

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário