busin
Cariri

Histórico Hotel Municipal de Juazeiro completa seis meses fechado


Apesar de já ser bastante conhecida e visitada por turistas e romeiros de todo o País, até o início da década de 1970, Juazeiro do Norte ainda não dispunha de um hotel moderno, amplo, e confortável como a própria cidade vizinha de Crato. Por isso, a construção do Hotel Municipal, inaugurado em 22 de julho de 1972, foi um marco na gestão do prefeito Orlando Bezerra de Menezes. Erguido no coração da cidade, em frente à Praça Padre Cícero, o prédio completou, na última semana, seis meses fechado desde que a Prefeitura reassumiu a sua gestão e segue sem definição para uso.
Com a finalização do Termo de Acordo com o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, a gestão municipal conseguiu reaver o equipamento, em outubro do ano passado, após 10 anos sob administração da SR Empreendimentos, que rebatizou o prédio para Cariri Plaza Hotel. Depois disso, o local passou por avaliações da Coordenação de Patrimônio, com acompanhamento jurídico.
Hoje, o Hotel Municipal conta com três guardas civis municipais fazendo a sua vigilância enquanto aguarda o prefeito Arnon Bezerra definir seu destino. "Temos a ideia de trabalhar como hotel-escola. Há uma experiência como a de Guaramiranga. Acho que temos essa carência. Isso poderia qualificar ainda mais o Município como destino turístico. Atualmente, a região já conta com mais de 10 mil leitos", explica o secretário de Turismo e Romaria de Juazeiro, Júnior Feitosa.
O "plano B" é o prédio voltar a ser cedido para a iniciativa privada, porém, "precisa de alguém com capital forte para investir, porque está bastante deteriorado", pondera o secretário. Segundo Feitosa, o prédio foi entregue com a parte elétrica "comprometida", como classificou. "Os móveis são arcaicos. Precisa refazer a parede, a pintura", descreveu. Mesmo diante de toda indefinição, a ideia é que o equipamento, devido ao apelo histórico que representa, continue na área de turismo e não seja cedido para empreendimentos de outro setor.
História
A construção do Hotel Municipal esteve correlacionada com a do Terminal Rodoviário Intermunicipal, onde hoje funciona o Colégio Militar. A ideia era consolidar uma estrutura urbana para o acolhimento dos romeiros, além de garantir pujança ao turismo da cidade. E deu certo. Personalidades como Pelé, Renato Aragão, Roberto Carlos, Nelson Gonçalves e Luiz Gonzaga já se hospedaram no hotel que foi um marco para Juazeiro do Norte.
Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário