busin
Brasil

Invasor da Igreja no Novo Juazeiro disse que “só queria contar um segredo ao padre”


Antonio apresenta alguns hematomas na cabeça (Foto: Hugo Delion)


O doente mental Antonio Alexsandro Araújo Fernandes, de 41 anos, residente no Sítio Estrela na zona rural de Barbalha, foi liberado esta manhã após o pernoite na carceragem da Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte. Por volta das 19 horas deste domingo populares acionaram a polícia informando que uma pessoa supostamente armada tinha invadido a Igreja Menino Jesus de Praga na Avenida Castelo Branco no bairro Novo Juazeiro.

Imediatamente, as equipes RAIO 06 e Fiscal foram lá, onde o homem já tinha sido detido por populares e até espancado no que apresentava alguns hematomas principalmente na cabeça. Os policiais acionaram o SAMU e Antonio Alexsandro recebeu atendimento no próprio local por profissionais de saúde. Logo depois, terminou conduzido à 20ª DRPC onde foi autuado por agressão pelo Delegado Denis Leonardo Ferraz.

Ele disse à autoridade policial que só queria contar um segredo ao padre e estava aguardando a chegada dele ao altar. O delegado quis saber se algo grave e ele sintetizou: “segredo doutor!”. Após ser ouvido, Antonio foi submetido a exame cautelar na Perícia Forense de Juazeiro e retornou à delegacia tendo ali pernoitado.
Hoje pela manhã, familiares de Antonio estiveram na 20ª DRPC afirmando que o mesmo sofre de problemas psiquiátricos, toma medicação controlada e não o fez no dia de ontem quando surtou causando o tumulto no interior da Igreja. Ele já foi seminarista, nasceu em Aiuaba na região dos Inhamuns e já tinha agredido pessoas e causado tumultos por lá.



Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário