busin
Cariri

Juazeiro do Norte sedia capacitação do UNICEF



Representantes da gestão pública de 45 municípios cearenses da região do Cariri e adjacências se reúnem, amanhã (06), com equipes e parceiros do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para uma formação sobre políticas públicas para prevenção de violência contra crianças e adolescentes. O encontro acontece das 8h às 16h, no Centro Universitário Doutor Leão Sampaio, unidade Crajubar, em Juazeiro do Norte.
O objetivo da capacitação é contribuir para que os municípios que participam do Selo UNICEF adotem estratégias que já se mostraram eficazes para redução de homicídios de adolescentes, para atendimento adequado a vítimas de violência (especialmente violência sexual), para redução do racismo, e para municipalização de medidas socioeducativas, para que adolescentes em conflito com lei não precisem mudar de cidade.
A capacitação foi dividida por polos, já tendo sido realizada em Sobral e Fortaleza, e encerrando esse ciclo amanhã. Devem participar os municípios de Abaiara, Acopiara, Aiuaba, Altaneira, Antonina do Norte, Araripe, Arneiroz, Assaré, Baixio, Barbalha, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Caririaçu, Cedro, Crato, Dep. Irapuan Pinheiro, Ereré, Farias Brito, Granjeiro, Icó, Iguatu, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Jucás, Lavras da Mangabeira, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Mombaça, Nova Olinda, Parambu, Penaforte, Pereiro, Piquet Carneiro, Porteiras, Potengi, Quiterianópolis, Quixelô, Saboeiro, Salitre, Tarrafas, Tauá, Várzea Alegre.
Violência preocupa
Dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/Datasus) de 2016 apontam o Ceará tem uma das mais altas taxas de homicídios de pessoas entre 10 e 19 anos no país: 45 assassinatos em cada grupo de 100 mil habitantes, enquanto a média nacional é 34. No mesmo ano, havia no Estado 1062 meninos e meninas em regime de medidas socioeducativas. Ainda nesse período, o Sinesp registrou 1953 casos de estupro ou tentativas de estupro (1670 e 283, respectivamente).
O coordenador do UNICEF no Ceará, Rui Aguiar, destaca a relevância dos temas que serão discutidos nesse quarto ciclo de capacitação agregarem mais parceiros. “Este ciclo de capacitação marca uma nova parceria entre o Unicef e o Coegemas, que atuarão juntos no acompanhamento dos municípios na implementação dos temas prioritários da área da proteção de crianças e adolescentes”, afirma.
Cada um dos 169 municípios será representado pelo(a) secretário(a) de Assistência Social, presidente do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente), Conselheiros Tutelares e articulador (pessoa responsável pela agenda intersetorial do Selo UNICEF no seu município). Secretários(as) municipais de Educação e Saúde também devem estar presentes.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário