busin
Ciências e Saúde

Slime: mãe de menina intoxicada pelo bórax alerta sobre o uso do ingrediente

“O bórax, a água boricada, todas as substâncias são proibidas em qualquer produto que possa ser manuseado pelas crianças. Mesmo o uso de água boricada para limpar os olhos não é indicado. Não existe nível seguro de bórax para qualquer criança. O ideal é não usar o bórax”, explica o toxicologista Anthony Wong.
A Valentina já saiu do hospital, mas ainda tem sintomas. Foram duas semanas de internação. A mãe dela, a fisioterapeuta Cristiane Pagano, conversou com o Bem Estar e fez um alerta aos pais. "A gente nunca imaginou. Foi um susto. O bórax é vendido livremente. A gente comprava em papelarias, quiosques que vendem slime, a gente nunca imaginou que tinha essa toxicidade toda. Foi difícil, era uma coisa que estava acontecendo dentro da minha casa, sob minha supervisão, embaixo dos meus olhos e aconteceu tudo isso".

O slime faz muito sucesso entre as crianças. Entretanto, essa brincadeira pode ser perigosa.
A Anvisa proíbe qualquer produto com bórax para crianças. A substância tóxica pode entrar no corpo pela pele ferida, pela respiração e quando entra em contato com a boca. Aos poucos, o bórax impregna nas paredes do esôfago, estômago e intestino.
Depois, pode atingir nervos, corrente sanguínea e assim chegar a outros órgãos – até o cérebro. “Não existe remédio, não tem como aumentar a velocidade da eliminação. O corpo elimina gradativamente. É um processo lento. Pode levar meses, semanas ou até anos até que elimine totalmente o bórax”, completa o toxicologista.

Como brincar de slime com segurança?

Os pediatras Ana Escobar e Werther Brunow de Carvalho dão dicas de como crianças e adultos podem manusear o slime de maneira segura:
  • Prefira os slimes vendidos prontos em lojas de brinquedos, considerados mais seguros por pediatras.
  • Escolha produtos que não contenham bórax na lista de ingredientes.
  • Se optar pelo slime caseiro, um adulto precisa estar responsável pela confecção do brinquedo.
  • Opte por receitas de slime que não contenham bórax e que levem pequenas quantidades de água boricada.
  • Utilize avental e luvas na hora de misturar os ingredientes do slime.
  • Faça a mistura sempre em locais abertos e bem arejados.
  • Evite acrescentar amaciante ou espuma de barbear, produtos que podem reagir com o ácido bórico.
  • Guarde os produtos utilizados na confecção do slime em locais de difícil acesso para crianças.
  • Limite o tempo de contato da criança com o slime a até 30 minutos por período.
  • Lave as mãos das crianças com bastante água corrente depois da brincadeira.
  • Para evitar a sensibilização da pele, aplique produtos hidratantes nas mãos depois de limpas.

Fonte: G1

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário