busin
Cariri

Barbalha recebe 2ª edição do Festival Arajara Jazz e Blues



O frio do sopé da Chapada do Araripe combinado com a música é a receita certa para a realização, pelo segundo ano consecutivo, do Festival Arajara Jazz & Blues, que tem início nesta quinta-feira (04). O evento acontece no distrito de Arajara, a 14 quilômetros da sede do Município. A programação musical, toda gratuita, segue até o domingo (07).
O Festival é voltado não só à música instrumental, mas também a apreciação culinária e a novos hábitos e gestos de cuidado com o meio ambiente. Tudo isso “em um clima frio, de cima da serra, com uma comida boa, uma população acolhedora junto ao swing dos ritmos jazz e blues, de origem norte-americana”, como destaca Adriano Lima, um dos diretores e curadores do projeto.
Nesta edição, o Festival Arajara Jazz & Blues está ainda mais robusto, com 16 atrações que passarão pelo palco Soldadinho do Araripe.
Na primeira noite, nesta quinta-feira, a partir das 20 horas, sobem ao palco o Quinteto de Cordas Vila, Via Veritas e Iara Portela & Arajara Jazz Band. No dia seguinte, a partir das 19 horas, se apresentam Stefanie Pontes e Trio Jazz, Ney Alencar, Luciano Bryner e Trio, Calazans e Trimúrti, Fábio Carneirinho.
No sábado, o show fica por conta de Di Freitas, Sarah Lopes, Blues In, Fernando Félix e Banda, Gustavo Cocentino & Blue Mountain. O encerramento do festival começa um pouco mais cedo, a partir das 17 horas, com Fornalha & Status Rock, Pedro Paulo Ribeiro, Cacá Malaquias e Banda Inteira, Libério e Banda, Fatinha Gomes e Duo Contemple.
Além das atrações musicais, o evento contará com uma tenda da Escola de Saberes de Barbalha, folclore, apresentações teatrais, exposição de fotografias, oficinas e trilha ecológica.
Ainda será instalada a tenda discotecagem, com apresentações dos DJ’s Ariel, Monica Vit, Lub Lub e Sapoti Soundz. Paralelo a programação musical, ficará à disposição do público participante, em um preço bem acessível, uma trilha ecológica para o Cruzeiro, Sítio Farias e Picoto da Macaúba, com nível moderado e distância de cerca de sete quilômetros.
Nesta edição, a coordenação também colocará um ponto de coleta de alimentos não perecíveis, que, após o encerramento, serão distribuídos para as famílias carentes da comunidade de Arajara.
O evento é uma realização do Centro Pró-memória de Barbalha Josafá Magalhães, da JA Lima e MB Produções. Tem o patrocínio do Ministério da Cidadania do Governo Federal, da Secretaria de Cultura do Estado, da Casa Civil, Farmace, Banco do Nordeste e Cagece. O apoio cultural do GeoPark Araripe, Sesc e Balaius.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário