busin
Cariri

Centro de Interpretação do Geopark destaca paleontologia e arqueologia na Expocrato

                                                                        Foto: Elizângela Santos

A paleontologia, a arqueologia, a cultura, a pré-história e um mergulho nas eras geológicas podem ser vistos no Centro de Interpretação e Educação Ambiental do Araripe, inaugurado no último domingo (14), pela Universidade Regional do Cariri (URCA). O equipamento foi aberto durante a 68ª  Exposição Centro Nordestina de Animais e Produtos Derivados, a popular Expocrato.
O Centro de Interpretação está sediado no casarão histórico, erguido na década de 1940, que foi sede do Corpo de Bombeiros do Crato. Durante a semana serão realizadas apresentações de grupos artísticos e de tradição da região, no local.
No espaço podem ser vistas réplicas de dinossauros e pterossauros voadores, e os visitantes ainda podem adquirir peças artísticas produzidas por artesãos da região. O material vão de animais pré-históricos, a canecas, entre outros.
Os primeiros aldeamentos da região, histórias e mitos dos seus habitantes, podem ser conhecidos por meio da exposição realizada em parceria com a Fundação Casa Grande – Memorial Homem Kariri, de Nova Olinda. O trabalho conta com curadoria do presidente da Fundação, Alemberg Quindins, e montagem da equipe do Instituto de Arqueologia do Cariri, Heloisa Bitu e Iriane Inácio.
O reitor da URCA, o professor Francisco do ‘O Lima Júnior, destaca a grande visitação que o local vem tendo nos primeiros dias de Expocrato, com público de todas as idades, que deve receber até 500 mil visitantes. “É a oportunidade que as pessoas têm de contemplar o memorial da história da ExpoCrato e as exposições temáticas sobre os aldeamentos indígenas, o passeio pela Chapada, os gigantes do Cariri”, afirmou.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário