busin
Cariri

Vigilância Sanitária está cadastrando comerciantes que operarão alimentos na Expocrato



A Célula da Vigilância Sanitária de Crato está cadastrando todas as pessoas e estabelecimentos que irão operar alimentos na 68ª Exposição Centro Nordestina de Animais e Produtos Derivados, a popular Expocrato, e no Festival Expocrato 2019, entre os dias 13 e 22 de julho. A medida busca garantir a segurança alimentar dos consumidores. Os comerciantes que não realizarem a regularização ficarão impossibilitados de trabalhar durante o evento.
Para se cadastrar, o interessado deve comparecer na Célula da Vigilância Sanitária e preencher uma ficha. Além disso, deve estar munido de documentação comprobatória de prestação de serviços, contendo: os serviços prestados, endereço do evento, período de evento com horário do início e fim das atividades e dados de identificação do prestador (comprovante do espaço no evento, CNPJ ou CPF, nome ou razão social). A ficha de cadastro deverá ser mantida no local do evento e exibida à fiscalização sempre que solicitada.
De acordo com a diretora da Célula de Vigilância Sanitária de Crato, Ana Lígia de Aquino Rodrigues, o trabalho para o principal evento do município começou há alguns meses, com a elaboração de um plano de ação. “Diferente de outros anos, todas as pessoas que vão operar alimentos têm que fazer o cadastro. Infelizmente, as pessoas não estão acostumadas a trabalhar dessa forma e dar a importância aos cuidados na manipulação”, acredita.
Dentro do plano de ação, está uma oficina, oferecida pela própria Célula, sobre boas práticas de manipulação de alimentos. Ela acontece na próxima quinta-feira (11), às 10h, no próprio Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcanti, que recebe a Expocrato. Além disso, o comerciantes cadastrados receberão uma pasta com todas as orientações. Durante a fiscalização, haverá um checklist para acompanhar se o estabelecimento atende todas as normas.
A área física destinada à prestação de serviço ficará sujeita à inspeção da Vigilância Sanitária durante os nove dias de Expocrato. A fiscalização será realizada por técnicos da célula munidos de identificação e gera um check list, identificado com os dados da empresa, livre para a consulta, que será encaminhado, posteriormente, ao Ministério Público do Estado do Ceará, como um relatório.
Serão observados normas quanto ao manipulador (uso de uniforme completo de cor clara, toucas e calçados fechados, não manuseio de dinheiro, unhas curtas e limpas, etc.); aos alimentos (não reutilizar sobras, manter protegidos de poeiras e sujeira, condições adequadas de temperatura, etc.); ao local de preparo (aberturas protegidas da entrada de insetos e roedores, pia de lavagem de mãos abastecidas com sabão líquido e papel toalha, distinção entre área de preparo e manuseio de dinheiro, etc); aos utensílios e equipamentos (nunca reutilizar utensílios descartáveis, manter chapa limpa e sem resíduos de alimentos, usar superfícies de corte distintas para produtos crus e cozidos, etc.), ao ambiente (livre de pragas e vetores, iluminação, ventilação adequadas, etc); e ao transporte (higiene, capacidade de carga, temperatura adequada).
Na pasta entregue pela Vigilância Sanitária há todas as normas detalhadas e orientações para os comerciantes.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário