busin
Ciências e Saúde

Cientistas criam exame de sangue para prever a hora da morte




SEGUNDO PESQUISADORES DA UNIVERSIDADE DE LEIDEN, É POSSÍVEL PREVER A EXPECTATIVA DE VIDA EM UM EXAME DE SANGUE (FOTO: WIKIMEDIA COMMONS)

Algumas pessoas leem a mão para prever o dia da morte. Já um grupo de pesquisadores do centro médico da Universidade de Leiden, na Holanda, propõem um hemograma. Num estudo publicado pela Nature, os cientistas conseguiram estimar, com grande precisão, se o paciente vai morrer entre os próximos cinco a dez anos.

A equipe liderada pelo biomédico Joris Deelen analisou amostras de sangue de 44.168 pessoas, com 18 a 109 anos, ao longo de duas décadas. Em 14 substâncias metabólicas das 226 pesquisadas, o grupo encontrou uma boa correlação com expectativa de vida na década seguinte. Entre os voluntários com até 60 anos, a precisão foi de 83%. A partir dessa idade, de 72%.

Boa parte dos candidatos "reprovados" (com menor chance de sobrevida) nos 14 indicadores metabólicos teria resultados semelhantes em outros testes, como de colesterol, glicemia ou ergometria. Mas o exame de sangue pode simplificar o monitoramento da saúde e mostrar a necessidade de avaliações mais aprofundadas.

Antes de ser adotada por consultórios médicos, o hemograma da expectativa de vida terá sua eficiência confirmada em grupos maiores e mais diversos. Vai levar alguns anos. Quem tiver pressa de saber se está pela hora da morte, deve recorrer a outros exames. Ou procurar alguém para ler a sua mão.

Fonte: epocanegocios.globo.com

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário