busin
Esportes

Rally dos Sertões: adrenalina e surpresas no primeiro dia de prova



Carro de Riamburgo Ximenes voa durante o SuperprimeFoto: Fotop
O Sertões começou com adrenalina total neste final de semana com o prólogo e o superprime acontecendo no sábado e a primeira etapa especial no domingo. No sábado, o prólogo definiu a ordem de largada e selecionou os 8 melhores tempo para o show do superprime, onde, nele, os 8 primeiros definiram seus tempos para a ordem de entrada na 1ª especial da competição. Em especial, nos UTV’s, a competitividade foi enlouquecedora, com tempos bem próximos, vôos que faziam a pista parecer menor do que era e até cabotagens espetaculares.
Riamburgo Ximenes se posicionou em 9º lugar sendo fiel a sua estratégia de largar entre os dez primeiros. Já George fez o segundo melhor tempo pela manhã e foi para o superprime buscar a vitória no circuito fechado e com 6 mil pessoas na torcida. O Superprime é um mata mata, perdeu saiu, ganhou segue. George foi ganhando e chegou a final levantando o público. Nela, ele e Rodrigo Varela, cruzaram a linha de chegada em um salto tão forte que a organização teve que consultar a fotocélula para dar a vitória, por dois décimos de segundo, a Rodrigo. Mas, todos viram Rodrigo queimar a largada e a torcida fez de George o grande campeão.
George é sobrinho de Riamburgo, Rodrigo filho de Reinaldo Varela. Riamburgo e Reinaldo sempre foram fortes concorrentes e a segunda geração deles já mostrou que neste Sertões a briga entre Ximenes x Varelas está só começando!!
No domingo, todo o comboio largou de Campo Grande para Costa Rica, dentro do Mato Grosso. Todos os competidores entraram em uma especial com 437, 19km. Só que, faltando 110km’s para o final, após a passagem de todas as motos, quadris e alguns poucos utv’s, um fazendeiro local resolveu interditar a prova, e conseguiu travar a competição. Apesar de todas as comunidades estarem cientes da data e do percurso, um rally é um mar de possibilidades inesperadas, e assim, a especial para utv’s e carros foi cancelada deste trecho até a chegada. Até o momento os resultados parciais indicam vitória de Riamburgo Ximenes, mas deverá haver mudança pois a organização, até o fechamento desta edição, ainda não havia informado quantos km’s foram contabilizados e qual o resultado oficial do dia.
Em Costa Rica, falamos com Riamburgo. “Esta primeira etapa foi terrível pra mim, meu UTV teve sérios problemas de suspensão e fiz uma prova de risco, brigando para acelerar e controlar o carro todo o tempo, sofrendo com as pancadas que a falta da suspensão ocasiona. Meu único objetivo agora é acertar meu carro para recuperar o que acredito ter perdido hoje de tempo. Ainda não sei até que km valeu a competição, mas como não fui informado que a prova havia sido cancelada segui até cruzar chegada. Precisamos ver o resultado oficial para entender como ficou cada posição e fazermos nossa estratégia para amanhã”, afirma ele, que tem um histórico de superação e vitórias conquistadas mesmo depois de vários danos graves à coluna devido a dois acidentes sérios em competições, um no Cerapió e outro no Dakar.

George Ximenes espalha poeira pelas trilhas de Campo Grande (MS)Foto: Fotop
George Ximenes, após o superprime escolheu largar em terceiro e optou por um primeiro dia mais conservador, priorizando uma tocada mais técnica, ciente que esta é apenas a 1ª especial de 8, na qual o objetivo era cruzar os primeiros 400km’s de 2.800 em jogo. “Tudo que aconteceu ontem era a porta de entrada para hoje. Este será um dos mais competitivos Sertões que todos os pilotos e navegadores já enfrentaram. Temos muito a construir, e hoje, tanto eu quanto o Riamburgo fizemos provas de cabeça, conduzindo as situações que encontramos com segurança e cientes que o jogo ta só começando”, finalizou George.
Nos quadris, o maranhense Marcelo Medeiros venceu, seguido por dois cearenses, Giovani Castro e Wescley Dutra. Wescley teve problemas com a bomba externa de combustível e perdeu 23 minutos. Terá que ser mais ousado para recuperar terreno, mas conta com um quadri mais simples e conservador que o Marcelo Medeiros. Nas motos, a vitória de Ricardo Martins da Yamaha. Nos carros, até o momento a informação que a organização nos passa é que a vitória está nas mãos dos tricampeões,  Christian Baumgart e Beco Andreotti, com Guilherme Spinelli em segundo; uma boa briga entre Ford e Mitsubishi. Mas, o resultado dos carros e UTV’s até a confirmação oficial deve passar por mudanças.
Nesta segunda, 26, acontece a 2ª etapa, que largará de Costa Rica, MS, e seguirá para Barra do Garça, MT. Será um dia de trechos de serra, areia e cascalho, com travessias de rios e muitas retas. Bom pra carros que motos que podem chegar até 180km/h, ruim para os UTV’s, que por regra tem velocidade limitada em 140km’s e sofrem nos retões( mas sobras nos trechos travados). Todos devem ficar atentos as lombadas em curvas de nível nos 200 primeiros km’s de uma especial com 533km’s totais. Some a isso mais 90 de deslocamento inicial e 21 de final e teremos 644km’s a serem cumpridos. Sorte a todos, em especial aos nossos!!

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário