busin
Fama

Wesley Safadão desmente que tenha feito pagamentos para influencers digitais


Wesley rebateu afirmando ser falso a informação sobre pagamentos para influenciadores digitais (Foto:Reprodução/Instagram)
Em 30/08/2019 às 11:00
No instagram, o cantor Wesley Safadão negou as acusações que estão correndo nas redes sociais sobre pagamentos para influencers digitais falarem bem dele. Na noite de quarta-feira (28), o jornalista Erlan Bastos divulgou, em canal no YouTube, um vídeo em que cita 11 perfis de fofoca que estariam recebendo uma “bolsa artista”. Os perfis, conforme o comunicador, têm se unido para detonar famosos nas redes sociais.

No vídeo, Bastos apresenta um CNPJ que pertenceria à empresa de Wesley Safadão, a WS Show LTDA. O discurso dá a entender que o forrozeiro é responsável por financiar mensalmente alguns perfis.

Assista:



“Estão dizendo que eu estou pagando para pessoas falarem bem de mim e falar de mal de outros artistas. Isso não acontece, nunca aconteceu e nunca vai acontecer. É impressionante como esse tipo de notícia repercute de uma forma gigantesca. Tem dois dias que lançamos o W Solidário onde estamos buscando uma média 100 a 150 mil voluntários em causas sociais, mas uma mentira como essa repercute mais”, declarou o cearense.

O cantor também falou sobre a presença dos influencers digitais na gravação do DVD dele filmado do Rio de Janeiro neste mês. “Estamos vindo de uma gravação de um DVD. Um momento histórico na minha vida profissional. Convidei sim, empresários, amigos e digitais influencers. Quem acompanha sabe quais os que estavam lá. Convidei para divulgar nosso trabalho. Eu não estou fazendo isso para falar mal de ninguém. Quero dizer obrigado as pessoas que me acompanham”.

O cearense ainda mandou um alerta para o diulgador dos dados falsos. “Que você tenha mais cuidado nas suas publicações, irmão. Espero que sua fonte seja tão segura. Por que sempre é ‘recebi de uma fonte segura’. A gente trabalha tanto, se dedica tanto para construir uma carreira massa, para qualquer pessoa vir publicar o que quer, na hora que quer”.

Fonte: Diário do Nordeste

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário