busin
Economia e Negócios

"O Banco do Nordeste é intocável", diz senador



Banco é o único operador do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE)Foto: Kid Júnior
   
Único operador do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), o Banco do Nordeste não deve ter o futuro de seus recursos debatidos em pauta no Congresso já de imediato, segundo analisou o senador Tasso Jereissati. Para ele, inclusive, “o Banco do Nordeste é intocável”.
“Até porque vai demorar muito discutir sobre FNE, sobre Banco do Nordeste. O Banco do Nordeste é intocável, a meu ver, é intocável”, afirmou ao sair de conversa reservada com o ministro Paulo Guedes, na tarde de ontem.
Tasso reforçou que a ideia de “a classe política definir o futuro do FNE e do BNB”, como disse Guedes, parte da ideia de descentralização dele.
Os dois, segundo revelou Tasso, conversaram sobre as emendas incluídas pelo senador – que é relator da Reforma da Previdência no Senado – no projeto.
“Ele (Guedes) demonstrou muito entusiasmo pela emenda que nós apresentamos. Ele disse que lamentava a desidratação da proposta, mas quando nós mostramos a proposta toda, pois só conhecia por assessores, disse com todas as letras que achou a proposta espetacular”.
A reforma Tributária também foi tema da conversa dos dois. 
No entanto, o senador ponderou sobre as expectativas que são destinadas ao projeto.
“(O projeto) não está definido e ele mesmo (Guedes) disse isso de fato. Então, nós do Senado não sabemos qual a reforma Tributária do Governo”.
De acordo com ele, é preciso ver como os projetos já em trâmite – o do ex-deputado Luiz Carlos Hauly, na Câmara, e o do economista Bernard Appy, no Senado – devem ser resolvidos.
“A princípio, a questão de uma nova CPMF não é bem vista no Senado”, disse.
Ao ser perguntado se o ministro revelou algum projeto para o Nordeste Tasso foi categórico:
“Na verdade, não tem projeto pro Nordeste. É uma questão muito difusa. Ele falou algumas coisas e, evidente que quando você faz uma política que atinge os mais vulneráveis, a maioria dos mais vulneráveis está aqui no Nordeste, mas isso não é um projeto de desenvolvimento”.
Porém, o senador ponderou sobre a falta de proposta apontando o tempo de Governo como justificativa para uma falta de projeto para a Região.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário