busin
Ciências e Saúde

Sementes são fontes de fibras e ajudam a prevenir problemas de saúde


As sementes, em geral, são excelentes fontes de fibras e antioxidantes. — Foto: Reprodução EPTV
As sementes, em geral, são excelentes fontes de fibras e antioxidantes. Mas elas têm suas particularidades. O Bem Estar desta terça-feira (24) mostra os benefícios de três delas: a de gergelim, a de chia e a de girassol, que entre outros benefícios, são boas para os ossos, coração e para evitar os sintomas da TPM, respectivamente.
SEMENTE DE GIRASSOL
As sementes de girassol são uma excelente fonte de vitamina E, um poderoso antioxidante. Além disso, são ricas em fitoesteróides, ajudam a reduzir os níveis de colesterol LDL no sangue, a aumentar a resposta imunológica e a diminuir o risco de desenvolver alguns tipos de câncer. As sementes de girassol são também ricas em selênio, mineral fundamental para uma boa saúde, que ajuda a melhorar a desintoxicação do organismo. O magnésio existente nas sementes de girassol é ótimo para relaxar os nervos, os músculos e os vasos sanguíneos.
SEMENTE DE GERGELIM
Por ser rica em cálcio, a semente de gergelim ajuda a fortalecer os ossos e também melhora a função reprodutiva. As sementes são ricas em manganês, cobre e cálcio, contêm Vitamina B1 e Vitamina E. Elas também contêm fitoesteróis, que bloqueiam a produção de colesterol, e contêm uma grande variedade de princípios nutritivos de grande valor: lipídios, ácidos graxos insaturados, lecitina, proteínas, vitaminas (E, B1 e B2) minerais e oligoelementos. Os benefícios proporcionados pelo consumo do gergelim têm sido reportados por diversos autores e incluem a melhora da função reprodutiva, em decorrência de seus efeitos antioxidantes e do aumento nos níveis de testosterona; o controle glicêmico e do peso corporal; o aumento da atividade de enzimas antioxidantes em condições de estresse oxidativo; a redução do colesterol sérico, e o aumento da capacidade antioxidante.

SEMENTE DE CHIA
Elegemos a chia, como a rainha do ômega 3, que tem uma função importante para o coração, porque evita coágulos e arritmias cardíacas, além de reduz os triglicérides. Diversos trabalhos mostram que o consumo de chia está associado a uma redução significativa na pressão arterial, marcadores inflamatórios e nos níveis de triglicerídeos. Por ser fonte de ômega 3, também associado à prevenção e ao tratamento contra doenças cardiovasculares, redução dos níveis de colesterol sanguíneo, ação antioxidante e melhoras no sistema digestivo evitando a constipação.

Fonte: G1

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário