busin
Mundo

Veja locais nas Bahamas antes e depois da destruição causada pelo furacão Dorian


A passagem do furacão Dorian pelas Bahamas deixou um saldo de 20 mortos, segundo informou o Ministério da Saúde local na quarta-feira (4), e um enorme rastro de destruição.
O primeiro-ministro Hubert Minnis qualificou a situação como "uma das maiores crises da história de nosso país". Ele disse ainda que "há inundações graves, danos graves nas casas, comércios, outras edificações e infraestrutura”.
A estimativa é de que 76 mil pessoas foram afetadas em Grand Bahama e nas ilhas Ábaco. No domingo, quando o furacão tocou o solo nas Bahamas, ele ainda era uma tempestade de categoria 5, e seus ventos chegavam a quase 300 km/h.
Na quarta, ele se deslocava em direção à costa sudeste dos Estados Unidos - ameaçando em particular a Flórida, Geórgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte – já como um furacão de categoria 2, com ventos de 165 km/h, mas ainda com alto poder de destruição.

Fonte: G1

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário