busin
Esportes

Em noite de Bergson, Ceará vence Fluminense por 2 a 0 no Castelão e se afasta do Z-4



Bergson marcou o 1º gol e deu assistência para o 2ºFoto: Thiago Gadelha
Ceará venceu o Fluminense pro 2 a 0 nesta quarta-feira (30), na Arena Castelão, pela 29ª rodada do Brasileirão. Com gol de Bergson aos 13 minutos da 1ª etapa e de Mateus Gonçalves nos acréscimos da etapa final, o resultado ampliou a diferença entre o time de Adilson Batista da zona de rebaixamento, deixando a equipe cearense com 33 pontos (15º) na tabela de classificação.
O jogo
O 1º tempo começou com um Ceará intenso, pressionando a saída de bola tricolor com pelo menos dois atletas em cima do homem com a bola. Apesar da forte marcação, o Flu administrou bem a posse, distribuindo o jogo com Yuri, volante que substitui o suspenso Allan. 
O time de Marcão projetava bastante os laterais, principalmente Caio Henrique pela esquerda, exigindo maior cobertura de Fabinho por aquele flanco num 4-4-2 do defensivo do técnico Adilson Batista.
Em uma das primeiras oportunidades de contra-atacar, Ricardinho fez belo lançamento do campo de defesa para Bergson, que ultrapassou o zagueiro Digão e bateu forte contra a meta de Muriel, aos 13 minutos, para abrir o placar no Castelão.

Bergson fez seu 3º gol pelo Vovô no Brasileirão, todos feitos nos últimos 5 jogosFoto: Thiago Gadelha
Minutos depois, o camisa 77 teve outra chance de marcar. O lateral esquerdo João Lucas finalizou na entrada da área para grande defesa de Muriel. Na sobra, Bergson desperdiçou, na frente do gol.
Dispoto num 4-1-4-1, o time carioca continuou tabelando com paciência na faixa central e teve muita movimentação no setor ofensivo, buscando espaços para infiltrar com Marcos Paulo pela esquerda. 
Na 2ª etapa, o técnico tricolor Marcão lançou os atacantes Wellington Nem na direita e João Pedro como referência, deslocando Yony González para a ponta esquerda, sua posição habitual, onde rendeu melhor. As alterações contribuíram para Ganso, apagado no 1º tempo, participar mais pelo meio.

Felipe Silva fez ótimo 1º tempo, mas, assim como o resto do time, deixou a desejar no 2ºFoto: Thiago Gadelha
O Vovô caiu de produção na etapa final, sem conseguir fugir da pressão tricolor, com as entradas de Mateus Gonçalves e de Pedro Ken pouco efetivas. Aos 27 minutos, João Lucas sentou a virília e precisou ser substituído. Sem lateral esquerdo no banco, Adilson Batista optou pelo zagueiro Eduardo Brock para a posição.
Nos últimos minutos, Fluminense se lançou ao ataque em busca do empate, mas desperdiçou diversas oportunidades em frente ao gol de Diogo Silva. De acordo com o Sofascore, site especializado em estatísticas, o Tricolor carioca teve 72% de posse de bola e finalizou mais que o dobro que o Vovô, 21 contra 10, além de 599 passes certos contra 217 alvinegros.


Vindo do banco, o camisa 7 marcou fez seu 2º gol com a camisa alvinegra no anoFoto: Thiago Gadelha
O Alvinegro de Porangabuçu aguentou o bombardeio e, novamente, aproveitou o contra-ataque para amplicar o marcador. Dessa vez, Bergson deu bom passe para Mateus Gonçalves pela esquerda, que puxou para o meio e bateu com calma para superar Muriel. 2 a 0 para o Ceará, que saiu de campo com uma vitória que afasta ainda mais o time da zona de rebaixamento.
O próximo adversário do Ceará é o vice-líder Palmeiras, às 19h deste sábado (2), no Allianz Parque.

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário