busin
Ciências e Saúde

Conheça os alimentos, a exemplo, de frutas e vegetais essenciais para a saúde masculina



Alimentos integrais e de baixo índice glicêmico são boas sugestões para uma dieta balanceada
Costumeiramente, os homens são descuidados com a saúde. Eles raramente procuram ajuda médica ou observam anormalidades sinalizadas pelo corpo. Distração que, segundo a nutricionista Gabriella Frutuoso, não é diferente com a alimentação.
Alguns tendem a consumir comidas mais pesadas e bastante gordurosas, a exemplo de panelada, buchada, feijoada, ou mesmo passar horas consumindo na churrascada. Na opinião da profissional, a ingestão em excesso desses e de outros alimentos ricos em gorduras, carboidratos simples e frituras pode aumentar o colesterol e levar ao entupimento das artérias, resultando na obesidade.
Outros prejuízos relacionados ao consumo desses alimentos é o risco de acidente cardiovascular, o desenvolvimento da diabetes, problemas do coração, fígado e maior probabilidade de câncer de próstata.
"O público masculino, em geral, deve evitar o consumo diário dessas iguarias, abundantemente calóricas. No caso dos portadores de alguma patologia, a melhor opção é abolir do cardápio esse tipo de comida para não agravar o quadro", indica.
A nutricionista alerta que a ingestão de grande quantidade de gordura, quando acumulada nas artérias, pode sobrecarregar o fígado de toxinas e evoluir para uma esteatose hepática. Por isso, Gabriella sugere que, mesmo os homens mais atarefados, devem conciliar as atividades físicas e encontrar tempo para cuidar da saúde, além de se alimentar com mais atenção para evitar patologias.
Benéficos
Para quem pretende investir em hábitos saudáveis, a profissional sugere consumir mais alimentos funcionais que, além do alto valor nutricional, oferecem excelentes benefícios à saúde. Aumentar a ingestão de frutas e legumes é uma medida necessária. Eles são fontes de minerais, vitaminas, fibras e carboidratos complexos. O consumo desses alimentos possibilita o melhor funcionamento do intestino, auxilia no tratamento do câncer de próstata, diabetes, esteatose, problemas cardiovasculares, entre outros. "J
á os carboidratos refinados, a exemplo da farinha branca e do açúcar, além de embutidos e industrializados, devem ser evitados", ressalta Gabriella.
Na prevenção e no tratamento do câncer de próstata, a especialista recomenda incluir na dieta frutas e legumes ricos em antioxidantes, substância presente em maior quantidade nos alimentos de coloração avermelhada, bem como uva, melancia, mamão, maçã, tomate e beterraba.
"Vale ressaltar que pacientes com diabetes precisam manter a dieta calculada. Ou seja, a melancia, uva e beterraba têm alto índice glicêmico, por isso precisam ser evitadas", revela.
Os vegetais verdes escuros, por exemplo, a couve-manteiga, brócolis e couve-flor são ricos em minerais, essenciais para a saúde masculina.
O abacate é anti-inflamatório, fonte de gorduras boas que reduzem os índices de colesterol e triglicérides. O própolis, a cúrcuma ou açafrão são compostos com grande quantidade de flavonoides, que são os antioxidantes. "Eles também apresentam propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias, antivirais, diminuem inflamações e ajudam no aumento da imunidade", reforça.
Por ser fonte de polifenóis, moléculas que ajudam a reduzir a proliferação de tumores, a nutricionista inclui o chá verde na lista de alternativas favoráveis na prevenção e no tratamento de patologias. "
Porém, os cardiopatas precisam ter cuidado com esse chá, pois ele eleva a pressão arterial".
Refeições
Nas principais refeições, a especialista recomenda que os homens optem por um cardápio o mais naturais possíveis. No café da manhã, por exemplo, a proposta é consumir frutas e complementar com integrais, como carboidratos complexos (pão integral), proteínas de alto valor biológico, ovo, frango e queijos brancos.
Na hora do almoço, os homens devem investir nos vegetais e legumes com porções sempre em grande quantidade. Na seleção das proteínas, cabem as carnes magras e peixes. Das opções integrais e de baixo índice glicêmico, as aprovadas são o arroz integral, batata-doce ou macaxeira cozida. "No jantar, a dica é consumir algo mais leve e de fácil digestão, como uma sopinha de legumes", complementa a nutricionista Gabriella Frutuoso.
Frutas do bem
Abacate: Além da ação anti-inflamatória, a fruta possui grande quantidade de vitamina E. Sua gordura boa ajuda a diminuir os índices de colesterol e triglicérides;
Tomate: Rico em vitaminas A, B e C, fósforo, cálcio, magnésio e licopeno, um nutriente antioxidante, que age no combate ao câncer;
Mamão: Fruta abundante em nutrientes, vitamina A e C e em fibras. Seu consumo melhora o fluxo intestinal e combate os radicais livres;
Maçã:  É composta por vitamina C, sais mineiras, cálcio, potássio, fósforo e fibras. Poderosa fonte antioxidante, é benéfica para o coração, memória, redução do colesterol, saúde óssea, além de aumentar a imunidade e a sensação de saciedade.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário