busin
Esportes

Em bom momento, Ceará recebe o Inter para subir na tabela



Com 5 jogadores importantes de volta, após desfalques da equipe diante do Palmeiras, o Vovô jogará reforçado contra o Internacional, hoje, na Arena CastelãoFOTO: NATINHO RODRIGUES
Analisando os últimos jogos do Ceará na Série A do Campeonato Brasileiro, é consenso afirmar que as exibições são melhores do que os resultados obtidos, com a equipe conseguindo menos pontos do que merecia. Foi assim nas derrotas apertadas diante de Grêmio, Santos e Palmeiras, para ficar só nos jogos fora de casa sob o comando do técnico Adilson Batista, assim como nas vitórias contra Bahia e Fluminense.
No último sábado, contra o Verdão, foi o jogo mais emblemático, com o Vovô perdendo o jogo por 1 a 0 mas merecendo bem melhor sorte, por ter sido superior em campo, com inúmeras chances de gol, pênalti perdido e gol anulado de forma polêmica.
Por isso, o desafio hoje em casa na Arena Castelão contra o Internacional, às 19h30, pela 31ª rodada da Série A, é transformar este desempenho em vitória, em pontos na tabela. Embora o adversário esteja 13 pontos à frente do Vovô na tabela - 46 para o Inter e 33 para o Ceará - o momento técnico do Vovô é melhor, e o aproveitamento nos últimos cinco jogos na Série A é idêntico, com sete pontos ganhos.
Mas o contexto dos últimos cinco jogos faz toda a diferença. Enquanto o Vovô venceu o Bahia fora e Fluminense em casa, empatou com o Vasco em casa e perdeu para Santos e Palmeiras jogando bem, portanto vindo de boas atuações, o Inter teve derrotas frustrantes para Vasco no Beira-Rio, e claro, perdeu o último GreNal, sendo amplamente dominado pelo eterno rival.
Assim, embora o Inter esteja em 7º e sonhando com vaga na Libertadores, a pressão por resultados é bem dividida. Se o Ceará iniciou a rodada a dois pontos do Z-4, o Inter está ameaçado de perder a vaga na competição sul-americana com a queda de produção nos últimos jogos.
No Ceará, o técnico Adilson Batista, depois de uma série de problemas para escalar a equipe diante do Palmeiras, terá praticamente todos os titulares à disposição e pode montar a melhor equipe possível para enfrentar o Colorado. De desfalques relevantes, apenas o zagueiro Thiago Alves e o atacante Juninho Quixadá.
Vovô reforçado
No mais, estão a disposição de Adilson, jogadores importantes: o zagueiro Luiz Otávio, o lateral-esquerdo João Lucas, o volante William Oliveira, e os atacantes Lima Mateus Gonçalves.
Na segunda-feira (4), Luiz Otávio treinou normalmente após ser poupado contra o Palmeiras por desgaste muscular, assim como Lima, recuperado de conjuntivite.
Já na terça-feira (5), o lateral-esquerdo João Lucas se recuperou de dores no adutor da coxa, enquanto o atacante Matheus Gonçalves está recuperado também de conjuntivite e William Oliveira de virose.
Assim, Adilson Batista terá um time reforçado diante do Inter. Mesmo tendo oito jogadores 'pendurados' com dois cartões amarelos (Diogo Silva, Luiz Otávio, William Oliveira, Pedro Ken, Felipe Silva, Lima, Felippe Cardoso e Bergson), um Clássico-Rei no próximo domingo (10), o treinador avisou que não poupará ninguém hoje.
"Eu preciso pensar jogo a jogo. Tenho respeito com o Clássico, sei da importância, mas temos que pensar no adversário difícil que temos pela frente que é o Internacional. Campeão do mundo, bicampeão da libertadores, um treinador que nos conhece, que é o Zé Ricardo, que tem bons jogadores. A gente vai enfrentar uma grande agremiação e não dá pra eu pensar nisso, em poupar jogadores", garantiu o comandante do Vovô.
O volante Ricardinho também garantiu foco máximo no confronto com o Internacional, mesmo com o Clássico-Rei, no domingo (10).
"Hoje, o jogo que interessa para a gente é contra o Inter. É mais uma decisão e temos que nos doar 100, 200, 300% nesse jogo. Não podemos focar em mais nada, mesmo sabendo da importância da partida seguinte", disse. Sobre o confronto com o Inter, Adilson falou sobre a estratégia que utilizará. "Precisamos jogar futebol, ter inteligência, os devidos cuidados, explorar os lados, ou determinado jogador. É um jogo difícil, mas é possível a vitória. Eu sempre acredito e sempre passo confiança para que a gente faça um jogo perfeito", finalizou ele.
Após momentos oscilantes como mandante ao longo da Série A, o Alvinegro de Porangabuçu tem motivos para estar otimista. Isso porque o Vovô voltou a ser forte em casa, conquistando sete dos últimos nove pontos jogando no Castelão, ao bater Avaí (1 a 0) e Fluminense (2 a 0) e empatar com o Vasco (1 a 1).
"Nos últimos jogos em casa, voltamos a ser muito fortes. Temos que fazer valer o fator casa. Conquistamos sete pontos dos últimos nove em casa. E teremos agora dois jogos no Castelão. É a semana mais importante do ano, que pode nos fazer mudar de patamar no campeonato. Temos o Inter, o clássico com o Fortaleza, não podemos pensar em outro resultado que não seja a vitória", destacou Thiago Galhardo.
Internacional
Com 46 pontos, o Inter caiu para a 7ª colocação ao final da rodada anterior ao perder o clássico para o Grêmio por 2 a 0. Como o Athletico/PR, 6º colocado, foi campeão da Copa do Brasil e já tem vaga garantida na próxima edição da Libertadores, o clube colorado ainda se manteve dentro da zona de classificados para o torneio continental.
No entanto, o tropeço do Inter deu margem para rivais na parte intermediária da tabela ganharem fôlego na briga pela vaga na Libertadores. Além disso, a distância dos colorados para o G-4, que dá vaga direta à fase de grupos do torneio continental, subiu para seis pontos, com o São Paulo no 4º lugar.
Após um pegado Gre-Nal, o técnico Zé Ricardo terá alguns desfalques. O goleiro Marcelo Lomba, que foi expulso no confronto, está suspenso. Edenilson e Nico López também cumprem suspensão, por acúmulo de cartões amarelos.
Assim, Danilo Fernandes, Patrick e D'Alessandro, devem ser os substitutos, apesar de Zé Ricardo ter feito mistério em treino no Pici.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário