busin
Ciências e Saúde

Dor de cabeça intensa: Sexo, postura e quatro outras causas inusitadas



Alguns fatores, como depressão, ansiedade, uso inadequado de medicamentos, falta de sono e stress estão entre os principais estímulos da cefaleia. Porém, a BBC apresentou seis causas inusitadas que também podem contribuir para as terríveis dores. 

Sexo
Algumas vezes, a dor de cabeça pode ser usada como uma desculpa para não fazer sexo. Mas, acredite, existe uma dor de cabeça causada justamente pela atividade sexual.
De acordo com a International Headache Society (IHS), organização britânica sem fins lucrativos que ajuda pessoas que sofrem de dores de cabeça crônicas, essa manifestação geralmente começa “como uma dor bilateral que aumenta acompanhando a excitação e que, de repente, se intensifica no orgasmo, mesmo sem qualquer distúrbio intracraniano (observado)”.
O problema já recebeu diferentes nomenclaturas na literatura especializada: dor de cabeça sexual benigna ou dor de cabeça sexual vascular benigna, cefaleia coital ou dor de cabeça coital, cefaleia orgásmica ou dor de cabeça orgásmica.
A intensidade da dor "abrupta e explosiva" pode ocorrer um pouco antes da chegada ao orgasmo. A duração pode variar entre alguns minutos e 72 horas.
Segundo o Sistema Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS), acredita-se que “as dores de cabeça sexuais se devam a uma pressão que se acumula nos músculos da cabeça e pescoço” conforme avança a relação sexual. Embora inconveniente, essa dor geralmente é inofensiva e não é necessário abster-se da atividade sexual. Medidas simples, como tomar um analgésico antes do sexo podem resolver a condição. Mas, se a dor for constante, o ideal é procurar um médico.
Bruxismo
Se já acorda com dor de cabeça, o bruxismo noturno, um hábito involuntário de apertar, ranger ou bater dos dentes involuntariamente durante o sono, pode ser o culpado. Nesses casos, a dor é chamada de dor de cabeça atribuída à disfunção temporomandibular (DTM) e é causada pela contração dos músculos da mandíbula. “Ranger os dentes é cerca de 40 vezes mais potente que mastigar”, explicou Nigel Carter, da fundação British Oral Health, à BBC.
Estima-se que 12% dos adultos sofram de bruxismo e, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 30 milhões de pessoas no mundo tenham DTM. 
Limpezas
Pode parecer desculpa esfarrapada para fugir da obrigação, mas muitas pessoas de fato têm dor de cabeça após limpar a casa. De acordo com o NHS, “os produtos de limpeza doméstica, bem como perfumes e purificadores de ar aromatizados, contêm produtos químicos que podem levar à dor de cabeça”.
Nesses casos, a indicação é evitar usar esses produtos e outros com aroma forte, além de abrir as janelas durante as tarefas domésticas. 
Iluminação
Luzes muito fortes ou brilhantes, especialmente as que piscam, podem causar enxaquecas. De acordo com o NHS, esse tipo de iluminação aciona certas substâncias químicas no cérebro, que “ativam o centro da enxaqueca”.
A recomendação é que pessoas afetadas por essa sensibilidade usem óculos de sol dentro e fora de ambientes internos. Lentes polarizadas também são uma opção. “No trabalho, ajuste o monitor do computador ou coloque uma tela protetora antirreflexo. Também pode desligar certas luzes ou movê-las. Se não puder, mude de lugar no escritório. As luzes fluorescentes tendem a piscar. Se possível, substitua-as por outro tipo de iluminação". 
Sorvete
“Sente uma dor aguda e pulsante na testa quando toma sorvete? Então é suscetível a dores de cabeça causadas pelo alimento frio que se move pelo palato e por trás da garganta. Outros alimentos e bebidas geladas têm o mesmo efeito”, diz o NHS.
Segundo a Harvard Health Publishing, a publicação da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard, quando o sorvete toca nessas partes da boca, faz com que “pequenos vasos sanguíneos nessas áreas se contraiam e depois se expandam rapidamente”.
“Os receptores de dor [localizados] próximos aos vasos sanguíneos detectam desconforto e enviam a mensagem, através de pequenas fibras nervosas, para um nervo maior, que, por sua vez, envia o sinal para o cérebro". 
A boa notícia é que, segundo o NHS, é que essas dores raramente duram mais do que dois minutos e não exigem tratamento.
Postura
A má postura causa “tensão na parte superior das costas, pescoço e ombros, o que pode gerar dor de cabeça”, segundo a NHS. Nesse caso, a dor é latejante e localizada na base do crânio. Às vezes chega ao rosto, especialmente na testa.
O principal conselho é sentar-se em linha reta e deixar a região lombar bem sustentada, além de evitar ficar na mesma posição por um longo período. Segurar o telefone entre a orelha e o ombro enquanto escreve deve ser um hábito abolido, porque pressiona os músculos.
Vale ressaltar que se acredita ter problemas de postura, o ideal é procurar um profissional de saúde para diagnosticar e corrigir o problema. A dor de cabeça pode ser apenas uma das várias consequências disso.
Fonte: www.noticiasaominuto.com.br

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário