busin
Tecnologia e Games

PlayStation One completa 25 anos de lançamento; veja fatos marcantes



PlayStation One completou 25 anos desde o seu lançamento em 3 de dezembro de 1994 no Japão, quando se tornou um clássico entre jogadores de todo o mundo. O console ficou conhecido por permitir a entrada de uma estrangeira como a Sony na acirrada indústria de jogos, que na época era dominada apenas por empresas como Nintendo e Sega. Sua trajetória é repleta de momentos curiosos e de franquias que persistem até os dias atuais. Nas linhas a seguir, relembre alguns fatos marcantes sobre o primeiro videogame da Sony, o PlayStation 1.
PlayStation One completa 25 anos repletos de momentos marcantes — Foto: Reprodução/PlayStation BlogPlayStation One completa 25 anos repletos de momentos marcantes — Foto: Reprodução/PlayStation Blog
PlayStation One completa 25 anos repletos de momentos marcantes — Foto: Reprodução/PlayStation Blog
Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo
Um dos detalhes mais curiosos do PlayStation 1 começa antes mesmo do console existir – isso porque ele surgiu por meio de uma parceria entre Nintendo e Sony para criar um acessório de CD-ROM para o Super Nintendo. A parceria não deu certo, supostamente porque as empresas não concordaram sobre a divisão de lucros, mas um fato menos conhecido é que a Sony chegou a oferecer o PlayStation para a Sega, que também o recusou. A série de recusas foi o que levou a empresa a transformar o PlayStation em um videogame próprio.

1. O quase mascote Crash Bandicoot

Nos anos 80 e 90, os mascotes de empresas de videogame eram extremamente comuns, como Mario e Sonic, mas a Sony não tinha uma estratégia semelhante para seu videogame. No entanto, o PlayStation acabou por ter um mascote não-oficial quando Crash Bandicoot chegou ao console em setembro de 1996. Desenvolvido pela Naughty Dog, o game apresentava um estilo de jogabilidade próprio que se aproveitava bem das novas capacidades 3D do PlayStation e o distanciava dos personagens 2D.
Crash Bandicoot era praticamente o mascote do console da Sony não oficialmente — Foto: Reprodução/TaringaCrash Bandicoot era praticamente o mascote do console da Sony não oficialmente — Foto: Reprodução/Taringa
Crash Bandicoot era praticamente o mascote do console da Sony não oficialmente — Foto: Reprodução/Taringa

2. Preço avassalador

Provavelmente, o momento mais marcante sobre a entrada do PlayStation no mercado de jogos foi durante a E3 de 1995, quando a Sega havia acabado de anunciar o preço de lançamento do Sega Saturn por US$ 399 (Em torno de R$ 1.695). O CEO da Sony Computer Entertainment of America na época, Steve Race, subiu ao palco com vários cartões e disse apenas "299" referindo-se ao preço de lançamento de US$ 299 (aproximadamente R$ 1.270) do PlayStation.
Na E3 1995 a Sony anunciou o preço de 299 do PlayStation One em relação aos 399 do Sega Saturn — Foto: Reprodução/GrooveraiderNa E3 1995 a Sony anunciou o preço de 299 do PlayStation One em relação aos 399 do Sega Saturn — Foto: Reprodução/Grooveraider
Na E3 1995 a Sony anunciou o preço de 299 do PlayStation One em relação aos 399 do Sega Saturn — Foto: Reprodução/Grooveraider

3. Exclusividade de Final Fantasy 7

Um dos maiores trunfos da Sony para o PlayStation foi conseguir a série Final Fantasy que, até então, era exclusiva das plataformas Nintendo. A Square Enix (na época Squaresoft) já havia preparado demos para o Nintendo 64, porém discordava da decisão da empresa criadora de Mario de usar cartuchos no console em vez de mídia ótica. Isso levou a empresa a desenvolver Final Fantasy e vários outros títulos de peso exclusivamente para o PlayStation. Final Fantasy 7 se tornou o segundo jogo mais vendidos da plataforma, com quase 8 milhões de unidades vendidas.
Final Fantasy 7 foi uma das maiores exclusividades do PlayStation One — Foto: Reprodução/Official PlayStation Magazine UKFinal Fantasy 7 foi uma das maiores exclusividades do PlayStation One — Foto: Reprodução/Official PlayStation Magazine UK
Final Fantasy 7 foi uma das maiores exclusividades do PlayStation One — Foto: Reprodução/Official PlayStation Magazine UK

4. Joystick diferente

Atualmente, a imagem do joystick DualShock dos consoles PlayStation é bastante comum, mas em sua época ele quebrou muitas convenções. A ideia de adicionar empunhaduras tridimensionais veio do designer Teiyu Goto que acreditava que isso combinava com os gráficos 3D do videogame. Ele também foi o responsável pelos famosos botões que não usavam letras e seus significados. O Triângulo como ponto de vista do personagem para a câmera, o Quadrado como uma folha de papel para menus e Círculo e Cruz para representar sim e não – ordem que foi invertida no ocidente.
O controle DualShock do PlayStation One quebrou várias convenções da época — Foto: Reprodução/RedbullO controle DualShock do PlayStation One quebrou várias convenções da época — Foto: Reprodução/Redbull
O controle DualShock do PlayStation One quebrou várias convenções da época — Foto: Reprodução/Redbull

5. A chegada de Gran Turismo

A série de corrida Gran Turismo é provavelmente a maior proeza técnica do PlayStation, desenvolvida em cinco anos pelo estúdio Polyphony Digital. O game surpreendeu na época não só com seus gráficos, mas também com seu estilo de simulação e uma campanha completa que incluía mais de uma centena de carros para pilotar. O sucesso de público e crítica foi tão grande que o título se tornou o mais vendido do PlayStation e a série ainda ganha novos games atualmente.
Gran Turismo mostrou o enorme potencial do PlayStation One como um dos melhores jogos de corrida da época — Foto: Reprodução/Felipe VinhaGran Turismo mostrou o enorme potencial do PlayStation One como um dos melhores jogos de corrida da época — Foto: Reprodução/Felipe Vinha
Gran Turismo mostrou o enorme potencial do PlayStation One como um dos melhores jogos de corrida da época — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

6. Consoles de 100 milhões

O PlayStation foi o primeiro videogame a atingir a marca de 100 milhões de unidades vendidas, um marco impressionante graças a vários fatores como popularidade, preço acessível e distribuição pelo mundo. Alguns anos depois, o PlayStation 2 superou as vendas de seu irmão mais velho tanto em velocidade quanto em quantidade com 150 milhões de unidades. Recentemente, o PlayStation 4 (PS4) quebrou o recorde do PS2 e se tornou o console a atingir a marca dos 100 milhões mais rápido. Da família PlayStation, apenas o PlayStation 3 (PS3) não atingiu a marca.
O PlayStation One foi o primeiro console a alcançar a marca dos 100 milhões de unidades vendidas — Foto: Reprodução/StatistaO PlayStation One foi o primeiro console a alcançar a marca dos 100 milhões de unidades vendidas — Foto: Reprodução/Statista
O PlayStation One foi o primeiro console a alcançar a marca dos 100 milhões de unidades vendidas — Foto: Reprodução/Statista

7. O retorno de Metal Gear

Uma grande surpresa em 1998 foi o retorno da clássica franquia de espionagem Metal Gear, da Konami, como Metal Gear Solid, que chegou completa com um novo protagonista e gráficos em 3D. Dirigido pelo criador da série Hideo Kojima, o game era uma aventura intensa e robusta voltada para um público mais velho com temas como armas nucleares e intrigas políticas. O título também tinha várias cenas cinematográficas e horas de diálogos dublados, além de alguns truques que marcaram época como o chefe Psycho Mantis que lia o Memory Card do jogador e podia ser derrotado ao mudar a porta do controle para que ele não antecipasse seus movimentos.
Metal Gear Solid surpreendeu com o retorno de um clássica franquia modernizada para o PSOne — Foto: Reprodução/Gaming RebellionMetal Gear Solid surpreendeu com o retorno de um clássica franquia modernizada para o PSOne — Foto: Reprodução/Gaming Rebellion
Metal Gear Solid surpreendeu com o retorno de um clássica franquia modernizada para o PSOne — Foto: Reprodução/Gaming Rebellion

8. Novo visual

Em julho do ano 2000, a Sony lançou uma nova versão do PlayStation poucos meses após o lançamento do PlayStation 2. Esta versão chamava-se "PS One" e cunhou o nome "PlayStation One" para se referir ao primeiro console da Sony após o lançamento do PS2. Essa versão tinha um design menor, mais leve e arredondado em comparação ao original. Surpreendentemente o PlayStation One se tornou o console mais vendido daquele ano, enquanto o PlayStation 2 estava em falta devido à alta demanda.
O novo design do PlayStation One ajudou o console a vender ainda mais no final de sua vida — Foto: Reprodução/AC Games OnlineO novo design do PlayStation One ajudou o console a vender ainda mais no final de sua vida — Foto: Reprodução/AC Games Online
O novo design do PlayStation One ajudou o console a vender ainda mais no final de sua vida — Foto: Reprodução/AC Games Online

9. Nascimentos de franquias

O número de séries de games que nasceram no PlayStation é realmente impressionante e cada novo sucesso foi importante para estender o alcance do videogame para novos públicos. Jogos de terror como Resident Evil e Silent Hill, a popular série Tomb Raider, os primórdios de GTA (Grand Theft Auto), além de muitas outras franquias como Spyro the Dragon, Rayman, Tekken, Tony Hawk's Pro Skater, entre outras. A Sony colocava poucas barreiras para que produtoras publicassem seus jogos e isso tornou seu console um solo fértil para clássicos que perduram até hoje.
Resident Evil e várias outras franquias nasceram no PlayStation One — Foto: Reprodução/Mod DBResident Evil e várias outras franquias nasceram no PlayStation One — Foto: Reprodução/Mod DB
Resident Evil e várias outras franquias nasceram no PlayStation One — Foto: Reprodução/Mod DB

10. Mini legado

Em 2018, a Sony lançou o PlayStation Classic, um console mini que traz o mesmo design do PlayStation original, porém menor e com 20 jogos na memória. Apesar de trazer alguns clássicos da época, como Final Fantasy 7, Grand Theft Auto e Resident Evil, o console não agradou muito por alguns problemas na emulação e por falta de outros nomes famosos como Crash Bandicoot. Ele pode ser encontrado em lojas no Brasil por menos de R$ 300.
O PlayStation Classic permite reviver alguns desses momentos marcantes do PSOne, mas não tão bem quanto alguns jogadores gostariam — Foto: Reprodução/Not Only VideogamesO PlayStation Classic permite reviver alguns desses momentos marcantes do PSOne, mas não tão bem quanto alguns jogadores gostariam — Foto: Reprodução/Not Only Videogames
O PlayStation Classic permite reviver alguns desses momentos marcantes do PSOne, mas não tão bem quanto alguns jogadores gostariam — Foto: Reprodução/Not Only Videogames

Fonte: G1

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário